ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 31º

Comportamento

No gesto de um estranho, frentista percebeu o poder de uma rosa

Ela, que trabalha num posto de gasolina da Capital, foi surpreendida pelo presente carinhoso do cliente Lucas

Por Raul Delvizio | 14/03/2021 07:51
Segurando uma rosa, Idevan ficou emocionada pelo gesto do cliente Lucas (Foto: Arquivo Pessoal)
Segurando uma rosa, Idevan ficou emocionada pelo gesto do cliente Lucas (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma surpresa fez o dia de Idevan Nunes Silva, frentista de 38 anos. Naquela segunda-feira (8), nem imaginava a homenagem que iria receber bem no Dia das Mulheres. Detalhe: por um completo "estranho". Quando chegou ao trabalho de manhã, estava meio tristonha por não ter recebido nenhum gesto de afeto do marido, dos seus filhos ou mesmo da própria equipe que trabalha junto no posto de gasolina. Precisou um "filho desconhecido" chegar até ela, entregar uma rosa e uma carta em sua consideração.

"Do nada, ele surgiu com aquilo tudo na mão e eu na hora estava comendo. Levei um susto! Não esperava de jeito nenhum, aquilo ali foi minha alegria. Meu dia ficou completo só por aquele gesto simples, mas carinhoso", disse Idevan.

Só de falar já me arrepia: estou cuidando da rosa até agora…"

Idevan junto com outras frentistas que trabalham junto dela (Foto: Arquivo Pessoal)
Idevan junto com outras frentistas que trabalham junto dela (Foto: Arquivo Pessoal)

"Não sei explicar, mas ela é muito especial pra mim", diz o "filho postiço" Lucas Mendes, 28 anos. "Idevan tem um coração enorme. Eu nem precisaria abastecer justamente naquele posto, mas desde a primeira vez ela permanece tão sorridente, brincalhona e cativante que me fez virar cliente fiel. É incrível testemunhar aquele seu jeitinho de alma leve", descreve.

Lucas afirma que desde quando conheceu Idevan sentiu um "reencontro de almas". Para ele, portanto, a frentista é como uma "mãe de vidas passsadas". Nada mais justo do que homenageá-la naquela manhã de segunda-feira.

"Entreguei uma rosa para ela sem nem pensar que se tratava no Dia das Mulheres. Fiz aquilo por carinho, pois todo mundo deveria conhecer o quão grande é o coração dessa mulher", revela o rapaz.

Aqui, selfie que fez com uma outra colega de profissão (Foto: Arquivo Pessoal)
Aqui, selfie que fez com uma outra colega de profissão (Foto: Arquivo Pessoal)

"Nunca imaginei que seria tão importante na vida de um estranho. Eu que sou nordestina, mãe, mulher trabalhadora, frentista, vivencio vários tipos de discriminações. Mas naquele momento, naquela hora que recebi a rosa, nossa… meu coração bateu forte! Senti que foi verdadeiro. Toda vez que ele vai lá, me sinto a mulher mais maravilhosa do mundo", confessa Idevan.

Até porque eu também nunca ganhei uma rosa na minha vida".

No seu coração, Lucas sentiu que era exatamente aquilo que precisava fazer. "Muita gente pensa que uma rosa pode ser insignificante, mas acredito que o carinho por ser lembrado, o gesto por presentear é gigantesco e pode sim mudar o dia de alguém". E mudou.

Naquela manhã, Idevan era puro sorriso – mais do que já é (Foto: Arquivo Pessoal)
Naquela manhã, Idevan era puro sorriso – mais do que já é (Foto: Arquivo Pessoal)

"Todos os dias eu faço questão de relembrar às pessoas que convivem comigo a importância delas na minha vida, agradecendo por cada uma ser testemunha ocular da minha presença, da minha história, e termos a chance de trocar boas energias uns com os outros", acredita Lucas. Fora que ele também não esqueceu de homenagear outras mulheres da sua vida.

O mundo anda precisando é de mais amor, de mais carinho. Pessoas precisam de pessoas", justifica.

"Gente, toda mulher merece ser reconhecida. Um estranho, que nem conhece minha vida, minha trajetória pessoal, e veio logo de cara me presentear? Esse Dia das Mulheres jamais será esquecido", finaliza Idevan.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário