A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Maio de 2019

17/11/2018 07:26

Gêmeas compram passagem só de ida e trocam zona de conforto por volta ao mundo

Polliana e Paolla Scaffa sempre foram apaixonadas por viagens e juntas já conheceram quase 50 países, dessa vez a missão é conhecer a África, a Ásia e a Oceania em ano sabático

Kimberly Teodoro
Polliana e Paolla mostram as aventuras pelo Instagram, na foto em pleno deserto elas reproduzem o Mapa da Namíbia com as mãos (Foto: Arquivo Pessoal)Polliana e Paolla mostram as aventuras pelo Instagram, na foto em pleno deserto elas reproduzem o Mapa da Namíbia com as mãos (Foto: Arquivo Pessoal)

Conhecer o mundo é um sonho que para as gêmeas Polliana e Paolla Scaffa exigiu deixar a zona de conforto, um emprego estável e a vida organizada aqui em Campo Grande. Da idéia inicial até o embarque, o projeto exigiu 5 anos de planejamento e resultado foi uma passagem só de ida para a Alemanha, no dia 27 de setembro deste ano. Atualmente na África, as irmãs ainda pretendem conhecer a Ásia e Oceania antes do fim do “período sabático”.

Polliana sempre teve vontade de morar fora, hoje ela é dentista e foi a carreira que possibilitou a primeira oportunidade de morar em outro país, ao participar de um programa de doutorado “sanduíche” na Itália, aquele em que a pessoa faz metade do curso aqui e outra metade no exterior. Depois disso, conseguiu uma nova oportunidade na Inglaterra, onde fez o pós-doutorado e se apaixonou definitivamente pelo modo de vida europeu.

Primeira foto da aventura que começou pela Alemanha no dia 27 de setembro de 2018 (Foto: Acervo Pessoal)Primeira foto da aventura que começou pela Alemanha no dia 27 de setembro de 2018 (Foto: Acervo Pessoal)

“Como pesquisadora, a Europa valoriza mais o nosso trabalho e eu consigo unir as minhas duas paixões, pesquisa e viagem!”, conta Polliana, que pretende voltar a morar na Europa depois da volta ao mundo.

Já Paolla construiu uma carreira como auditora do Banco do Brasil, um emprego que garante a estabilidade financeira desejada por muitos, mas a vontade de correr o mundo sempre esteve presente. Durante o tempo em que Polliana ficou fora, as férias de Paolla eram reservadas para visitar a irmã e juntas elas chegaram a conhecer 30 países europeus, atravessando de carro as fronteiras de cada lugar, vencendo as distâncias aos poucos.

A ligação das duas é muito forte. Paolla conta que apesar de não sentirem a dor uma da outra, muitas vezes falam e pensam igual. Nas viagens, as duas sempre chamam atenção por serem gêmeas, ela relata que há muita curiosidade em torno do fato, o que já trouxe algumas facilidades e até problemas.

“No setor imigração dos aeroportos, geralmente, as pessoas são sérias e investigativas. Mas brincamos que as gêmeas abrem portas, muitas vezes rola piadinha e passamos facilmente. Mas teve uma viagem pros EUA em que o agente de imigração trocou nossos passaportes, passamos a digital trocada e ficamos 2h numa salinha só pra resolver isso”.

Registro da jornada para chegar ao Kruger Parque (Foto: Acervo Pessoal)Registro da jornada para chegar ao Kruger Parque (Foto: Acervo Pessoal)
Parece cena de filme, como desbravar o mundo selvagem em safáris africanos (Foto: Acervo Pessoal)Parece cena de filme, como desbravar o mundo selvagem em safáris africanos (Foto: Acervo Pessoal)

Dessa vez, temporada só foi possível porque Paolla pediu uma licença não remunerada. Sem prazo limite, ela pode voltar a qualquer momento, depois dos primeiros 6 meses, mas sem garantia nenhuma de retornar para o mesmo cargo e nem ter o mesmo salário.

“Adiei essa decisão ano a ano nos últimos 5 anos. Realmente não foi fácil, nesse período fui me estabilizando financeiramente e consolidando a ideia até que chegou o dia que me senti pronta a largar a segurança do trabalho e seguir em busca do meu sonho. Estava numa fase muito boa pessoalmente e profissionalmente, as coisas foram fluindo naturalmente para que isso acontecesse”, relembra Paolla.

O momento da partida foi marcante, não apenas pela decisão posta em prática, mas também pela perda de uma grande amiga e parceira de viagem das irmãs. “Ela tinha 35 anos, filhos gêmeos de menos de 2 anos e estava saudável e feliz, mas teve um mal súbito e faleceu. Foi muito doloroso e nos deu mais força e coragem para seguirmos com esse sonho. Nós pensamos que devemos aproveitar enquanto temos saúde e disposição, pois não sabemos até quando estaremos aqui!” conta.

No roteiro, enfrentar o calorão do deserto também é parte do desafio (Foto: Acervo Pessoal)No roteiro, enfrentar o calorão do deserto também é parte do desafio (Foto: Acervo Pessoal)
Além das praias, a diversidade da natureza também fascina (Foto: Acervo Pessoal)Além das praias, a diversidade da natureza também fascina (Foto: Acervo Pessoal)

Curiosas e fascinadas pela diversidade cultural e beleza natural dos lugares, as gêmeas têm uma lista de lugares pra conhecer, a preferência é por roteiros que vão além dos turísticos.

Até o momento, elas não apontam um lugar favorito, já que ainda há muito para ver,. Mas Mauritius, república localizada a cerca de 2.000 km da costa sudeste do continente africano, foi uma grande surpresa que conquistou as irmãs pelo mar azul, as águas cristalinas, as montanhas e os templos, tudo isso acompanhado da simpatia dos nativos.

Atualmente elas estão na Namíbia, encarando aventuras não apenas pelo deserto, como também visitando as praias locais e cenários de filme, como desbravar o mundo selvagem em safáris africanos. Na África não são apenas as paisagens que chamam a atenção, lá as gêmeas são quase “atração turística”, com pessoas pedindo para tirar uma foto com as duas e achando fazendo da semelhança delas uma grande curiosidade.

Mauritius foi uma surpresa para as gêmeas e conquistou a dupla logo de cara com as praias paradisíacas (Foto: Acervo Pessoal)Mauritius foi uma surpresa para as gêmeas e conquistou a dupla logo de cara com as praias paradisíacas (Foto: Acervo Pessoal)

Dizem por aí que uma viagem só é boa pelos imprevistos que tornam inusitadas situações que poderiam ser comuns. Na bagagem as gêmeas, um desse momentos foi reserva feita por elas na maior área protegida de fauna da África do Sul, o Kruger Park. Achando que era um quarto coletivo, elas descobriram que a “reserva” era para um espaço de camping com direito apenas tomada. Despreparadas, a graça está no fato de nenhuma das duas ter qualquer material para acampar e no funcionário que ao em vez de ajudar, começou a rir da situação. O importante é que tudo acabou bem e no final elas conseguiram um aconchegante chalé e sem precisar passar as noites ao léu.

Para quem pretende se aventurar pelo mundo como as gêmeas, elas apontam algumas dicas como dar preferência à hospedagem em hostels, fazer reservas online e estudar os preços antes de embarcar para a próxima parada. Também é importante escolher locais em que é possível cozinhar, o que diminui muito as despesas com alimentação e na hora dos passeios priorizar o que é de graça, pesquisar sobre os locais para fazer os passeios de forma independente e não com agências de turismo. Andar pela cidade é uma ótima opção, porque além de economizar com transporte é a melhor forma de conhecer o local. E em situações onde não é possível caminhar, utilizar transporte público. Além disso, ter em mente que não é uma viagem de férias, nesse caso o viajante tem tempo de sobra e recursos limitados.

Sobre os desafios do caminho, as duas sabem que são mais fortes juntas e têm ideia de quais “perrengues” não estão dispostas a passar e com quais não se importam. Olhando para trás, não fica dúvida sobre o quão acertada foi a decisão: “Estamos começando agora essa nossa jornada e nunca estivemos tão felizes e realizadas na vida! Estamos viajando com uma mala de mão e cada dia na estrada vemos que precisamos de tão pouco pra viver bem! Sempre valorizamos viver experiências ao invés de acumular bens, afinal de contas, o que levaremos dessa vida?” afirmam.

Acompanhe as aventuras das duas pelo Instagram @Gemeasnomundo.

Você tem uma história parecida? Compartilha com a gente pelo facebook e instagram ou envie por e-mail: ladob@news.com.br




imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.