ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  03    CAMPO GRANDE 22º

Comportamento

Poemas se transformam em forró no EP "Nosso Amor" de Guimarães Rocha

Membro da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras musicou mais uma vez letras com novo projeto

Por Gabriela Couto | 13/06/2021 14:58
Para homenagear a origem nordestina, poeta Guimarães Rocha lança EP Nosso Amor com poemas que se transformaram em forró (Foto Reprodução)
Para homenagear a origem nordestina, poeta Guimarães Rocha lança EP Nosso Amor com poemas que se transformaram em forró (Foto Reprodução)

O escritor e poeta Guimarães Rocha lança o EP Nosso Amor neste domingo (13), às 19h, pelo Youtube. Membro fundador da UBE-MS (União Brasileira de Escritores/MS) e dono da cadeira número 4 da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, do patrono Joaquim Duarte Murtinho, o novo projeto traz seis poemas que viraram forró e baião nas mãos do Trio Malaquias.

"Decidi lançar hoje o EP porque é dia de Santo Antônio e no nordeste é comum fazer fazer forró para agradecer. Várias cidades acendem fogueira para marcar o começo do mês junino e essa será uma forma de valorizar e homenagear minha terra", explicou Guimarães.

Este é o segundo trabalho musical que o poeta decide lançar. As músicas totalmente autorais são poemas cantados. Além da canção de trabalho que dá o nome ao EP, o escritor fala da cidade natal Quixeramobim, Fortaleza e de muito amor.

O primeiro trabalho discográfico de Guimarães contou com 42 músicas interpretadas por vários artistas sul-mato-grossenses. Nesta nova empreitada, a apresentação ficará por conta de Celito Espíndola.

"Amigos e parceiros vão fazer vários depoimentos entre as músicas. Depois vamos compartilhar nas redes sociais", afirmou o poeta.

Nosso Amor

(Mestre Galvão/Guimarães Rocha)

Intérprete: Trio Malaquias


Receba minhas trêmulas mãos

Com a ternura dantes tão sonhada

Vamos reviver a glória

Do sentimento que resiste ao passado


Não é saudade

Pois estamos vivos

Na luz e no calor dos nossos corpos

Na candura cintilante em nossas almas


Quando eu quero e você quer

O mistério se faz encanto

Na alegria do sentir


Dançamos valsas e boleros

Nosso amor não é quimera

É fogo ardente em meu peito

Paixão que se resolve em nosso leito


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário