A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

25/08/2018 08:30

Do mexicano ao japonês, quanto custa uma festa com sabor temático?

Um japa, as massas italianas, o sabor mexicano ou o árabe podem entrar no menu como atrativos da festa

Thaís Pimenta
Tortillas mexicanas, recheadas com sour cream, guacamole e chilli, além de uma variedade imensa de pratos, saem a R$ 50,00 por pessoa. Tortillas mexicanas, recheadas com sour cream, guacamole e chilli, além de uma variedade imensa de pratos, saem a R$ 50,00 por pessoa.

Mais do que nunca, a gastronomia oferece um leque de opções, do cardápio japonês até o mexicano. Pelo menos levando em conta a variedade em oferta, não há desculpa para escolher mais do mesmo lagarto ao molho madeira.

Para colocar mais animação no menu de festa, o Lado B foi atrás de orçamentos e percebeu que, pelo menos para o nosso bolso, é complicado fugir do trivial. Você pode até trocar o churras tradicional por um cardápio mais caprichado, desde que esteja disposto a gastar.

Se a pegada preferida for oriental, o sabor japonês tem o maior valor dentre as opções servidas pelo personal chef Adriano Torres. "Um churrasco, que é o que o pessoal mais costuma pedir, sai, por pessoa, a R$ 25,00, já a culinária japonesa custará cerca de R$ 50,00", explica ele.

Um jantar mexicano, com direito a tortillas, guacamole, sour cream, burritos e tudo o que a gastronomia do México tradicionalmente serve sai na mesma média que a japonesa: R$ 50,00. "A italiana nós também conseguimos seguir essa média de valor. Vale pontuar que é um jantar melhor, com massas de pizzas feitas por mim, por exemplo".

Um prato deliciosamente árabe, do jeito que tem que ser, com arroz marroquino, kafta e charuto. (Fot: Divulgação Snoubar)Um prato deliciosamente árabe, do jeito que tem que ser, com arroz marroquino, kafta e charuto. (Fot: Divulgação Snoubar)

Já a culinária árabe é a menos pedida porque, de acordo com Adriano, quem costuma se interessar pela opção já tem familiaridade com as receitas. "Então envolve mais cuidado ainda, para que a receita seja fiel, tradicional", diz. 

O mesmo jantar, para 50 pessoas, sairia a R$ 65,00 por cabeça. "Em contrapartida, das quatro opções, é a que mais satisfaz, a que realmente sustenta", completa.

Mas o orçamento de Adriano Torres leva em conta que o próprio cliente vá até o supermercado e faça as compras solicitadas pelo chef. "Se a minha equipe precisar se deslocar para as compras o valor aumenta. Mas é tudo nos conformes, levo garçom, tudo certinho".

Massa vai do jeito que o cliente escolher. (Foto: Divulgação Adriano Torres)Massa vai do jeito que o cliente escolher. (Foto: Divulgação Adriano Torres)

Para o jantar italiano do chef André Nardo, o valor por pessoa é um pouco menor, R$ 45,00. No cardápio, ele serve um carpaccio com salada de rúcula e tomate cereja ao pesto de entrada, filé mignon à parmegiana com arroz branco e batatas chips e uma panacotta com calda de frutas vermelhas como sobremesa. 

Como ele é especialista em culinária contemporânea, deixa uma outra sugestão de cardápio, com valor bem mais salgado - mas bem mais sofisticado - R$ 75,00 por pessoa. "Sugiro um mix de cogumelos com abacaxi flambados no sake ou um steak tartare com batatas chips, um beef Wellington, que nada mais é que um filé mignon recheado de presunto parma e cogumelos, enrolado em massa folhada, com redução de vinho e batatas rústicas, ou um salmão em crosta de castanha de caju, molho de laranja com gengibre e gratin de batata. De sobremesa um creme brulee de caramelo salgado ou uma mousse de Nutella com frutas da estação", detalha André.

Elizabete Espinosa Fayd, de 53 anos, é descente de árabes e sabe caprichar direitinho nos temperos. Com opções que vão de R$ 22,00 a R$ 60,00 por pessoa, ela explica que é o carneiro que faz o valor subir em jantares de sabor árabe. "É uma carne cara, que dá trabalho. Geralmente trabalho com o pernil desossado, com opção de ser recheado ou não", explica.

No cardápio oferecido por ela, o cliente pode escolher entre homus tahine (pasta de grão de bico), coalhada seca, babaganouge (pasta de berinjela), conserva de berinjela, quibe cru, chanclich, arroz (marroquino,sírio,mjadra),  cuscuz marroquino, charuto de parreira, salada (tabule ou fatuche), esfihas (fechada,aberta), quibe frito, falafel, kafta (bovino,frango,carneiro), quibe assado, pães e carneiro. 

"Quem escolhe o que nós vamos preparar é o cliente e valor fica nessa faixa de preço de acordo com as quantidades de cada prato", finaliza ela.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

 



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.