A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

22/08/2018 08:22

Fluffy é marca de brechó que foca no público LGBT com peças customizadas

Em garimpos feitos fora do Estado, criador da marca elabora conceitos e cria pequenas coleções

Thaís Pimenta
As customizações, os garimpos, os conceitos, as fotos, tudo é pensado e praticado por ele. (Foto: Arthrur Tozzi)As customizações, os garimpos, os conceitos, as fotos, tudo é pensado e praticado por ele. (Foto: Arthrur Tozzi)

A proposta é inovadora e surgiu por conta do ativismo LGBT do estudante Arthur Tozzi. Fluffy é uma marca de brechó recycle, que resignifica as roupas garimpadas em viagens a outros estados brasileiros por meio da customização.

A sustentabilidade e a conscientização do consumo, muito direcionado ao público LGBT, é a principal proposta da Fluffy, que completa um ano em setembro.

“Ela fala de corpos, de gêneros, de várias coisas nesse sentido. A gente sai do padrão da moda brasileira em todos os aspectos”, explica ele.

Com seis coleções e um desfile, o brechó desconstruído é pensado de modo inverso a maioria das outra lojas de roupas usadas.

“Monto a proposta do que eu quero trazer para a marca. Faço todo um estudo daquela coleção e vou atrás justamente de peças e acessórios que entrem no tema nos meus garimpos. Tento trabalhar o tema ainda mais a fundo dentro da customização. Crio novos cortes e introduzo materiais recicláveis”, detalha Arthur.

Arthur resignifica as peças com as customizações e com as produções propostas. (Foto: Athur Tozzi)Arthur resignifica as peças com as customizações e com as produções propostas. (Foto: Athur Tozzi)

Se ter uma marca já não é tarefa fácil, ter uma marca pautada na economia criativa tem ainda mais barreiras. "Trabalhar com sustentabilidade também não é fácil. Falta muito incentivo".

Mesmo assim, hoje a marca é a principal fonte de renda de Arthur. "É muito gratificante ver ela crescer todos os dias e ser reconhecida, por um público que é muito a cara da marca".

E é Arthur quem faz tudo. Desde o garimpo até as fotos de cada campanha. "O visual, a customização, a edição, tudo! Eu só não sou modelo da marca".

 

Marca foi criada a partir de ativismo LGBT de Arthur para o público. (Foto: Arthur Tozzi)  Marca foi criada a partir de ativismo LGBT de Arthur para o público. (Foto: Arthur Tozzi)
Sobreposições fazem o visual da marca acontecer. (foto: Arthur Tozzi)Sobreposições fazem o visual da marca acontecer. (foto: Arthur Tozzi)
Visual da marca é pensado por meio de coleções.
(Foto: Arhur Tozzi)Visual da marca é pensado por meio de coleções. (Foto: Arhur Tozzi)

Além de vender pelas redes sociais, Fluffy está em eventos que tem a ver com a proposta da marca. Só em eventos com entrada gratuita que o público vai encontrar a marca, seja em sarais, em festas no Kafofo, no Sararte, e no Sarau de Segunda, Arthur acha importante comparecer apenas a rolês que conversem com a marca.

"São roupas bem baratas, de R$ 15,00 a R$ 20,00 então eu busco isso, um público que realmente quer vestir look a baixo custo", completa ele.

O visual da marca nas redes sociais é de se impressionar pelo capricho das imagens. "O Instagram, principalmente, é meu espaço de marketing, onde eu posto as campanhas e também divulgo os pontos físicos onde estarei com a Fluffy".

Com o inverno chegando ao fim, Arthur já pensa em uma nova campanha. "Estou em fase de pesquisa. A última coleção eu fui até Salvador garimpar, ainda pensarei nesses pontos". Para conferir a marca acesse @art.fluffy no Instagram.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram

(foto: Arthur Tozzi)(foto: Arthur Tozzi)
(foto: Arthur Tozzi)(foto: Arthur Tozzi)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.