A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/10/2017 07:10

Para ganhar a vida, Monick transforma pé de manga em lugar para vender roupas

Ela está no local há cerca de 3 meses e faz vendas, troca e até aluguel de blusas, calças, vestidos e sapatos

Lucas Arruda
Para ganhar a vida, Monick transforma pé de manga em lugar para vender roupas

Quem passa pela Rua Anchieta, na esquina com a avenida George Chaia, vê uma cena inusitada há pelo menos três meses: um carro no meio do terreno sem muro e um monte de roupas penduradas numa mangueira bem grande que tem por ali. Este é o Brechó da Monick, que fica ali de segunda a sábado vendendo, trocando e até alugando roupas.

Ela gosta de estar ali por ser um local movimentado e porque assim chama a atenção das pessoas. “Elas veem, param e já levam o que precisa para casa, sem enrolação, tudo muito rápido. Tem gente que nem desce do carro às vezes”, garante.

 

Calçados também são vendidos e ficam expostos no chãoCalçados também são vendidos e ficam expostos no chão
Carro é usado como provador e é nele que ela leva e busca as roupas diariamente de casaCarro é usado como provador e é nele que ela leva e busca as roupas diariamente de casa

Antes de parar no terreno a céu aberto ela já vendia suas roupas de uma forma bem diferente: pendurava as peças que tinha no portão de elevação da casa em que morava. Mas lá não conseguiu atingir sua meta de vendas e resolveu ir para um cruzamento mais movimentado.

Monick não pretende ficar ali por muito mais tempo, ainda quer abrir uma loja física. “Estou aqui para vender o máximo que puder e depois ter minha loja, estou me virando como posso, tenho que ter meu sustento”, reflete.

O carro que ela usa todos os dias para levar e buscar as roupas da “loja” é do pai dela. Ele que fica no meio do terreno acaba servindo de provador para algumas clientes. “Algumas mulheres querem experimentar as roupas para ver se serve e fica bem aí acabam se trocando ali dentro, é o único lugar que tem aqui, então tem que ser”, relata.

Ela até pretende fazer melhorias no estabelecimento enquanto não muda de lugar, colocando cortinas para tampar as janelas do carro enquanto as pessoas experimentam as roupas. “Tenho que colocar porque quando estão ali provando eu fico aqui tampando, coloco outras roupas para tampar, acho que a cortina vai ajudar bastante”, avalia. As peças de Monick custam a partir de R$ 5.

Acompanhe o Lado B no Facebook e no Instagram.

As roupas custam a partir de R$ 5As roupas custam a partir de R$ 5


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.