A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Fevereiro de 2020

22/01/2020 07:09

Amigos fazem evento para ajudar Lincão internado há um mês em hospital

Conhecido pelo talento com a bateria e o bom humor, Lincão já tocou no Grupo Acaba e Banda Lilás

Thailla Torres
Desde o dia 17 de dezembro de 2019, ele não toca e nem curte com os amigos. (Foto: Arquivo Pessoal)Desde o dia 17 de dezembro de 2019, ele não toca e nem curte com os amigos. (Foto: Arquivo Pessoal)

Em Campo Grande, há décadas Eduardo Lincoln Gouveia Camargo é conhecido como Lincão Batera, que já tocou bateria em dezenas de formações musicais, como o Grupo Acaba e a Banda Lilás. Mas desde o dia 17 de dezembro de 2019, ele não toca e nem curte com os amigos. Por conta da diabete, hoje ele está internado no Hospital Regional e sua situação é delicada.

Internado há mais de um mês, ele foi encaminhado ao hospital com um ferimento no pé e teve complicações de saúde por causa da diabete. Antes disso ele também havia operado da catarata. “Ele anda confiante, quer viver, mas a diabete é muito agressiva”, lembra o filho Lincoln Gouveia, músico e integrante da banda Canaroots, que casou no último mês e não teve a presença do pai.

Grupo Acaba nos anos 70. Em pé Vandir, Chico, Zezinho e Moacir. Agachados Lincoln e Luizinho.Grupo Acaba nos anos 70. Em pé Vandir, Chico, Zezinho e Moacir. Agachados Lincoln e Luizinho.

Filho único, outro problema instalado é o financeiro. Por isso, amigos músicos de Campo Grande e familiares farão no domingo, 26 de janeiro, das 12h às 17h, um carreteiro solidário para ajudar Lincão. O evento é realizado pela Associação Reggae de Mato Grosso do Sul.

O dinheiro arrecadado será para custear uma cuidadora para Lincão. “Como eu trabalho diariamente e a gente tem se dividido para ficar com ele, ter uma cuidadora, profissional, é importante”, explica o filho. Assim como a família, ele diz que os amigos têm sentido muita falta de Lincão, que sempre esteve presente nos eventos musicais. “Nos últimos tempos ele apareceu no Sarau de Segunda, tocou com os amigos por lá e sempre foi algo que ele gostou muito”.

A carreira do baterista campo-grandense,de  65 anos, que também é publicitário e cenógrafo, iniciou cedo. “Ele tocou durante muito tempo com o Grupo Acaba e Banda Lilás, também tocou com vários artistas como Celito Espíndola, Geraldo Espíndola, Zé Pretim e Juci Ibanez. Também ficou conhecido nas televisões como cenógrafo”.

A relação com a música começou na juventude quando tocava na igreja. “Ele começou com bandas do bairro, depois foi se destacando entre os músicos e ganhando seu espaço como baterista. Desde então ele tocou com muita gente”.

O evento será realizado no Trem Mineiro, que fica na Rua Heitor Laburu, 341, Jardim Itatiaia. O ingresso é R$ 20,00 por pessoa.

O arroz carreteiro será servido do meio-dia até às 14h, domingo, 26 de janeiro. O evento contará com atrações musicais.

Para quem não puder ir e quiser contribuir com Lincão, o telefone é (67) 99333-6620. Outras informações na página do evento no Facebook (clique aqui).

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563 (chame agora mesmo).

Banda Lilás no Diário da Serra de 27 de agosto de 1993.Banda Lilás no Diário da Serra de 27 de agosto de 1993.
Lincão no Sarau de Segunda. Lincão no Sarau de Segunda.
Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2020 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.