A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Junho de 2019

08/06/2019 07:15

Com sexta-feira hétero e sábado para LGBT, subsolo de prédio tombado vira boate

Novo espaço fica em patrimônio histórico na Rua Padre João Crippa.

Danielle Valentim
Novo espaço promete receber público LGBT e hétero. (Foto: Kísie Ainoã)Novo espaço promete receber público LGBT e hétero. (Foto: Kísie Ainoã)

Os fãs do gênero musical “Low”, onda mais groveada, melódica e explosiva, acabam de ganhar um novo reduto. A boate Wave abre as portas hoje (8) com nova proposta de música eletrônica, aberta ao público LGBT e hétero.

A nova balada se apropria de um prédio tombado como patrimônio histórico na Rua Padre João Crippa, ao lado do Rádio Clube. Os empresários Christian Queiff e Elton Araújo estão à frente do negócio.

Eles dizem que o conceito da casa é unir as tribos e que o estilo do lugar no subsolo de um prédio lembra grandes boates da Europa. "Além de um novo club, o espaço traz consigo aquele sonho de estar na Europa e curtir uma balada literalmente em baixo da terra, sim", frisa Christian.

Sobre o público, os dois dizem que vão abrir espaço para todos. "O funcionamento de boates de São Paulo nos inspirou. Lá o público já sabe que a sexta-feira é hétero e aos sábados os DJs embalam o público gay”, completa Elton.

Os empresários Christian Queiff e Elton Araújo estão à frente do novo empreendimento. (Foto: Kísie Ainoã)Os empresários Christian Queiff e Elton Araújo estão à frente do novo empreendimento. (Foto: Kísie Ainoã)
A decoração recebeu iluminação de LED. (Foto: Kísie Ainoã)A decoração recebeu iluminação de LED. (Foto: Kísie Ainoã)

Apesar da experiência com eventos e baladas gays na cidade, os empresários dizem que não levantam uma única bandeira. “Não vamos estender e nem tirar bandeiras. Eu trabalho na noite há mais de 15 anos e vejo sempre uma divisão. Tem muito hétero que vai à boate pelo som. Hoje você vai a qualquer lugar gay e tem muito casal hétero. Elton tinha o projeto dele e eu tinha o meu que é mais tribal, pensei por que não podemos ser um só. Se o objetivo maior é a qualidade da música? Não tem mais essa coisa de gueto, é arcaico pensar que teremos ter de viver em tribo”, acredita Christian.

A decoração recebeu iluminação de LED e alguns itens decorativos que foram reformados pelos donos que somam experiência na promoção de eventos na cidade.

Eles garantem que o que vai diferenciar o dia preferido dos clientes é o repertório de cada DJ. “O eletrônico tem várias vertentes, cada tribo se identifica com uma e escolhe o dia preferido”, pontua Christian.

Na programação, eles prometem Djs locais e até internacionais.

Recepção da boate decorada com tradicionais globos. (Foto: Kisie Ainoã)Recepção da boate decorada com tradicionais globos. (Foto: Kisie Ainoã)
Espaço tem capacidade para 238 pessoas e contará com pista de dança, dois camarotes e uma área no andar superior. (Foto: Kísie Ainoã)Espaço tem capacidade para 238 pessoas e contará com pista de dança, dois camarotes e uma área no andar superior. (Foto: Kísie Ainoã)

O espaço tem capacidade para 238 pessoas e contará com pista de dança, dois camarotes e uma área no andar superior.

Ontem aconteceu a apresentação da casa para convidados, mas neste sábado ocorre a abertura ao público às 23h.

O funcionamento é toda sextas-feira, sábado e véspera de feriado, da meia-noite às 6h.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.