ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 23º

Diversão

Da dama do rasqueado a feiras, mulheres vão ocupar as ruas de Campo Grande

Ocupações, shows e encontros pautam luta das mulheres por trás da comemoração do dia 8 de março

Por Alana Portela | 04/03/2020 06:49
A dama do rasqueado, Delinha, vai animar o domingo. (Foto: Vaca Azul)
A dama do rasqueado, Delinha, vai animar o domingo. (Foto: Vaca Azul)

O mês é nosso e para celebrar as lutas por trás do Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março, as ruas de Campo Grande serão palco de shows, ocupações, encontro de leitura e até feiras. O Lado B preparou uma lista com as programações dos eventos e são várias as opções para militar e respirar cultura.

Começando pelo show “Elas pelo Parque” que vai acontecer no dia 7, a partir das 9h, na rua Barão do Rio Branco, n° 1213. As mulheres vão entrar em cena para se manifestar contra o desmatamento da vegetação nativa do Parque dos Poderes. É tudo gratuito e vai ter apresentação musical com Marta Cel, Jool, Beca Rodrigues, Camila Brasil, Vitória Queiróz, duo VozMecê e banda Sarapatel. O evento ainda contará com desfile e exposição de arte.

A partir das 15h, tem o encontro do “Leia Mulheres CG”, no Sesc Cultura localizado na Avenida Afonso Pena, 2270. Elas vão se reunir novamente e desta vez o bate-papo será sobre o livro “Heroínas Negras Brasileiras” em 15 cordéis.

Também a partir das 15h tem a "Cicletada de las niñas", exclusivo para meninas e mulheres cis e trans, esta será a segunda edição do projeto que tem a ideia de incentivar e colocar meninas e mulheres para ocuparem as ruas de bicicleta. O ponto de encontro é a Praça do Rádio Clube, às 15h30 vai ter roda de conversa, oficina de conforto e segurança na hora de andar de bike e às 17h a bicicletada. Se puder, leve um lanche para compartilhar. 

8 de março - Já no domingo tem a feira da Praça da Bolívia em especial ao Dia da Mulher. O evento começa às 9h, na rua das Garças e terá exposição e artesanato do Coletivo Terra Vermelha, dança cigana com Cia Luna Negra, música e performance com Ariadne, performance de palhaçaria com Pepa Quadrini e blues com a banda Whisky de Segunda.

Também às 9h tem “Mulheres na Resistência”, na feira do Guanandi, que ocorre na rua Barra Mansa. O convite é para elas participarem de mais uma ação da Marcha Mundial das Mulheres, em Campo Grande.

Mais tarde, às 15h a mulherada vai ocupar a Praça Ary Coelho no “Ato pela Vida das Mulheres”. O evento ocorre em manifestação aos direitos das mulheres e conta com oficina de bateria.

Às 16h tem “Roda de Conversa entre mulheres”, no Centro Comunitário Da Vila Saraiva, localizado na rua Marajó no bairro São Francisco. Vai ser uma tarde de debates e discussões importantes sobre o futuro das mulheres. Todas estão convidadas.

A partir das 16h30 tem “Ser Mulher é Resistir”, no Laricas Cultural na rua Antônio Maria Coelho, 1663. O evento contará com o Coletivo Amoressência, criado durante as eleições 2018, pela psicóloga Adriane Lobo, com o objetivo de acolher e assistir psicológica e juridicamente à Comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transsexuais, etc), mulheres vítimas de violência, pessoas negras e indígenas. Além disso também tem a feira as empreendedoras.

Às 17h tem Reviva Cultura na rua 14 de Julho e quem anima os moradores é a dama do rasqueado, Delinha. Com sua voz e músicas que marcaram época, ela vai fazer um arrasta pé no Centro. Além disso, food trucks estarão espalhados pelo local oferecendo opções gastronômicas como pizza, pastel, açaí, acarajé, café, hambúrguer, entre outros.

Às 18h tem “As Donas do Joga Burguer”, na Avenida Nely Martins, 76. O evento conta com intervenções artísticas, orientação jurídica e surpresas. Tem apresentação de Ju Souc ao vivo voz e violão, RPG das minas, feira de artes com exposição e venda de obras de artistas mulheres regionais, como Fernanda Mendes, Tafny Escobar, Giovanna Mendes, Bianca Esquivel, Natália Hirata e outras. A entrada é gratuita.

A noite tem “Sarau Lovers Hana Aysha Danças Árabes”, no Espaço Saúde, Arte e Espiritualidade que fica na rua Laguna, 83 – Cabreúva. É o primeiro sarau do ano em homenagem as mulheres. Para participar é preciso pagar R$ 15,00. As mulheres estão marcando presença e vai ter dança.

Na semana seguinte, ainda sobre as mulheres, o CineCafé apresenta a mostra de Cinema Feminista, do dia 9 ao 11 de março, sempre às 19h, no MIS (Museu da Imagem e do Som) e com entrada gratuita. Os filmes selecionados foram: 

- Frida (2003) - 09 de março - Segunda
Temática: A história artística da pintora mexicana Frida Kahlo.
 

- Tomates Verdes Fritos (1991) - 10 de março - Terça
Temática: Sororidade, amizade e cumplicidade entre mulheres. 

- As horas (2002) - 11 de março - Quarta
Temática: Em três períodos diferentes vivem três mulheres ligadas ao livro “Mrs. Dalloway”.

O MIS fica na Avenida Fernando Correa da Costa, 559, 3º Andar.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563 (chame agora mesmo).