ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUARTA  23    CAMPO GRANDE 20º

Diversão

Expogrande divulga shows até 3ª e promete trazer "grandes" do sertanejo

Por Aline dos Santos | 25/02/2012 11:03

Feira acontece entre 12 e 22 de abril em Campo Grande

Mesmo com impasse jurídico, feira já era anunciada desde janeiro em outdoor. (Foto: Marlon Ganassin)
Mesmo com impasse jurídico, feira já era anunciada desde janeiro em outdoor. (Foto: Marlon Ganassin)

Com os shows liberados ontem por liminar da Justiça, a Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) vai divulgar até a próxima terça-feira a grade de atrações.

De acordo com o presidente da entidade, Francisco Maia, a intenção é trazer shows dos “grandes” do sertanejo, como os pratas da casa Michel Teló e Luan Santana, a cantora Paula Fernandes e Gustavo Lima. “Se a decisão tivesse saído há 20 dias, tinha agenda. Mas não confirmamos por causa do impasse jurídico”, afirma.

Além do sertanejo, a feira, que acontecerá de 12 a 22 de abril, também deve ter uma atração no estilo pop rock. “Quero trazer cinco shows com nomes do momento e também abrir espaço para artistas da terra, para os que estão começando”, afirma.

Os shows nacionais serão intermediados pela SantArena, especializadas em eventos do universo country. De acordo com Maia, os vizinhos do Parque de Exposições vão perceber mudanças quanto ao nível do ruído, que, nesta edição, há a promessa de ser reduzido.

“Vai ter uma equipe de engenharia de som muito competente, dá para fazer a simulação do impacto via computador. O ruído pode ser reduzido com tapumes colocados em alguns pontos e o direcionamento das caixas de som”, afirma. O valor do ingresso ainda não foi definido, mas deve ficar em torno de R$ 15.

Na parte agropecuária da feira, já estão agendados 48 leilões. A Expogrande movimenta R$ 130 milhões.

Fim de festa? – A decisão judicial de ontem é uma liminar, portanto, pode ser derrubada se o MPE (Ministério Público Estadual), com quem a Acrissul firmou um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) liberando os shows exclusivamente em 2011, recorrer ao TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

“Não ganhamos nada de ninguém, apenas será mantida uma tradição. Acredito que o Tribunal de Justiça há de entender que o prazo dado pelo TAC era muito curto”, avalia Francisco Maia.

A justificativa de prazo exíguo foi aceita pelo juiz da Vara de Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, Amaury da Silva Kuklinski, que concedeu a liminar. O magistrado determinou que o acordo firmado para a realização do evento em 2011 seja estendido também para 2012.

“Considerando que um ano não é tempo suficiente para a correta adaptação do local ou transferência deste, embora com certeza dois anos o sejam”, informa a decisão.

O MPE exigia itens como barramento acústico, ligações de esgoto, banheiros modernos, e tratamento de dejetos em separado (da exposição de animais).

Com a Lei do Silêncio, aprovada no ano passado, foi proibida a realização de shows no Parque de Exposições Laucídio Coelho. Em 2011, o acordo com o MPE definiu critérios para a realização dos shows, como o horário de término às 23h.

Na última quinta-feira, portanto antes da liminar de ontem, o MPE divulgou uma nota informado que os shows estavam proibidos no Parque de Exposições.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário