A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

13/10/2017 07:23

Festa que surgiu como pagamento de promessa, hoje mobiliza o Bairro Guanandi

Lucas Arruda
Brinquedos e crianças tomam a rua Tocantins todos os anos no Dia das Crianças (Fotos: André Bittar)Brinquedos e crianças tomam a rua Tocantins todos os anos no Dia das Crianças (Fotos: André Bittar)

Cama elástica, tobogã inflável, música infantil, algodão doce, cachorro quente, balas, pipoca e bolo, tudo no meio da rua para comemorar o Dia das Crianças. É desse jeito que os moradores do Guanandi fazem a criançada se divertir no seu dia desde 2006. Neste ano, esperavam no ápice da festa cerca de 400 crianças, o mesmo número do ano passado.

O evento começou pequeno, só era distribuído um saco de balas e refrigerante para as crianças que iam chegando na rua Tocantins, entre as ruas Caramuru e Valeriano Maia. Auxiliadora Nogueira, que vive no bairro há mais de duas décadas, fez uma promessa para Nossa Senhora Aparecida e o pagamento veio para os pequenos.

 

Vanda e o afilhado Igor saíram do Indubrasil para curtir a festa no GuanandiVanda e o afilhado Igor saíram do Indubrasil para curtir a festa no Guanandi

Ela não revela o pedido, mas diz que foi para ajudar a filha. “Na primeira foi essa distribuição de guloseimas para a criançada, os outros moradores aqui do bairro gostaram bastante, porque não tinha nada para nossas crianças por aqui, abraçaram a ideia e nos ajudaram a fazer e torná-la grande como é hoje”, afirma.

Depois da primeira, o dinheiro para colocar os brinquedos e fazer as comidas era arrecadado entre os moradores mesmo. Com o tempo, a festa foi atraindo mais gente, precisando de uma infraestrutura maior, o que acarretou mais gastos. Aí, o marido de Auxiliadora, Osmar Duk, começou a ir até empresários para garantir patrocínio. “Temos que proporcionar essa festa, ela faz a alegria de muitas famílias que não tem acesso a este tipo de diversão, só aqui, uma vez por ano, por isso damos um jeito de fazer”, ressalta Osmar.

Esse ano teve até gente que saiu do Indubrasil, que fica a 21km do Guanandi, só para ir até o Guanandi no Dia das Crianças. “Ontem encontrei uma amiga que falou que acontecia essa comemoração aqui todos os anos, fiquei interessada e trouxe meu afilhado. O pai e a mãe dele estão trabalhando, aí vim eu mesma”, enumera a vendedora Vanda Guedes que estava com Igor Lima de Oliveira, que tem oito anos. “Gostei de tudo que tem aqui, estou me divertindo bastante”, pontuou a criança enquanto se lambuzava com o algodão doce.

O evento durou até por volta das 20 horas e os moradores prometem organizar uma festa melhor a cada ano. “Este ano não conseguimos tanto apoio como em anos anteriores, então fizemos uma rifa para levantar a grana. Deu certo. Se não conseguirmos tiramos do bolso, tudo para que nossos pequenos se divirtam”, conclui Auxiliadora.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Comidas são servidas para as crianças no eventoComidas são servidas para as crianças no evento
Bolo foi confeccionado para os pequenosBolo foi confeccionado para os pequenos
Auxiliadora e Osmar distribuem balas e guloseimas na festaAuxiliadora e Osmar distribuem balas e guloseimas na festa
Rua é fechada todos os anos para a festa ser realizadaRua é fechada todos os anos para a festa ser realizada



imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.