ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SÁBADO  06    CAMPO GRANDE 23º

Diversão

Júlia foi ser feliz em Veneza e não deixa de servir tereré aos italianos

Há 10 anos, campo-grandense foi encarar oportunidade na Itália e hoje é acompanhante turística que mostra tudo no Instagram

Por Thailla Torres | 23/01/2021 07:20
Júlia mora em Veneza há 10 anos e fala tudo sobre o lugar (Foto: Ana Laura Carciofi)
Júlia mora em Veneza há 10 anos e fala tudo sobre o lugar (Foto: Ana Laura Carciofi)

Aos 31 anos, Júlia Nunes Cordeiro é acompanhante turística na Itália, especializada em Veneza. Seu Instagram ainda não bomba em seguidores, mas os comentários e curtidas deixam claro que os lugares belíssimos que ela mostra com informação e curiosidades deixam qualquer um maluco. Ela é a campo-grandense que sonhava em morar numa cidade grande e hoje não larga Veneza por nada nesse mundo.

A oportunidade surgiu quando foi estudar Moda no Paraná em 2009 e fiz o mestrado de Têxtil e Moda em São Paulo, na USP. Durante o mestrado apareceu a oportunidade de fazer algumas disciplinas na Itália em uma universidade parceira em Veneza.

“Eu sempre sonhei em viver em São Paulo por mais oportunidades de trabalho, opções de entretenimento, por me sentir mais cosmopolita. Hoje não vivo em uma cidade grande, mas em um dos lugares mais conhecidos no mundo. E não largo isso por nada conta”.

Além de mostrar a cultura de Veneza, ela também conta aos italianos as curiosidades de MS (Foto: Ana Laura Carciofi)
Além de mostrar a cultura de Veneza, ela também conta aos italianos as curiosidades de MS (Foto: Ana Laura Carciofi)

Nos últimos 10 anos a adaptação não foi nada fácil e ainda não é fácil. “Nunca senti nenhum tipo de preconceito por ser brasileira, mas sinto muita dificuldade de inserção por ser estrangeira”, revela.

Mas nos quase 6 anos que mora em Veneza, seu casamento foi, sem dúvida, o momento mais marcante, diz. “Ir para o casamento de gôndola tradicional com a minha família foi um momento muito especial. Também não perdemos a oportunidade de andar de táxi aquático: em qual outro lugar do mundo seria possível?”, questiona.

Júlia sente que o turismo a escolheu e desde que chegou em Veneza trabalha na área. Vivendo em uma cidade tão especial ela busca mostrar o cotidiano, o estilo de vida e os eventos tradicionais de Veneza além das viagens que faz. “Viajar é minha grande paixão”.

Acompanhante turística, ela mostra detalhes de Veneza para brasileiros e estrangeiros (Foto: Arquivo Pessoal)
Acompanhante turística, ela mostra detalhes de Veneza para brasileiros e estrangeiros (Foto: Arquivo Pessoal)
Hoje diz que não dispensa Veneza por nenhuma cidade grande (Foto: Ana Laura Carciofi)
Hoje diz que não dispensa Veneza por nenhuma cidade grande (Foto: Ana Laura Carciofi)

Em seu Instagram, ao lado de uma amiga fotógrafa, Ana Laura, as duas postam conteúdo diário com curiosidades, história e, lógico, dicas de Veneza. “Muito desse conteúdo eu aprendo estudando e explorando a cidade”.

Como acompanhante turística ela acredita em um turismo mais sustentável e equilibrado. “Dou muitas dicas do que fazer em Veneza, desde o que não pode faltar até opções alternativas e secretas".

E como boa campo-grandense, ela não deixa de tomar meu tereré com limão no verão. “E os italianos que provaram adoraram, eles acham muito refrescante e 'detox'. A sopa paraguaia também é sempre um grande sucesso por aqui".

O que fica na saudade é a família e os amigos de Campo Grande. “Justamente por isso vou quase duas vezes por ano para o Brasil e a parada principal é sempre Campo Grande. A erva de tereré é sempre uma prioridade, além da farofa temperada e polvilho para fazer tapioca e pão de queijo”.

Enquanto vive em Veneza, as ligações por WhatsApp são sempre muito frequentes com a família e amigos. “E com as redes sociais também me sinto mais próxima de todos, mas é fazendo uma comida bem brasileirinha que eu me sinto em casa por aqui”.

Confira todos os conteúdos da campo-grandense Júlia no perfil @dicasdeveneza.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Júlia ao lado do Médico da Peste (Foto: Arquivo Pessoal)
Júlia ao lado do Médico da Peste (Foto: Arquivo Pessoal)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário