ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 20º

Diversão

“Pelega e Porca Prenha” prometem diversão no fim de semana

Leitura dramática e première acontece com figurinos, cenário, maquiagem, luz e som neste sábado e domingo

Por Bárbara Cavalcanti | 29/05/2021 07:12
Um dos personagens da peça "Pelega e Porca Prenha". (Foto: Divulgação)
Um dos personagens da peça "Pelega e Porca Prenha". (Foto: Divulgação)

Para quem gosta de uma programação diferente, nesse fim de semana, acontece a leitura dramática e apresentação première no Teatral Grupo de Risco intitulada “Pelega e Porca Prenha”. Serão dois encontros, hoje (29) a amanhã (30), às 19h, sempre com bate-papo com os artistas. Haverá encontro presencial com limite de pessoas e transmissão pelo Youtube.

A história conta a aventura fantástica dos irmãos “Pelega” e “Porca Prenha”, na mata do Pequi. Lá, eles se envolvem numa intriga entre Boca de Sapo, o Curupira e a Pisadeira. Hoje, acontece a leitura dramática, com figurinos, cenário, maquiagem, luz e trilha sonora. Depois, haverá um bate-papo sobre o processo de dramaturgia do texto com os artistas.

Amanhã haverá a Apresentação Première, que é uma sessão didática com o objetivo de mostrar algumas cenas e explicar o processo de criação do figurino, maquiagem, cenário, luz e trilha. Os artistas ainda relembrarão a trajetória do espetáculo desde a sua primeira encenação em 1999.

De acordo com o dramaturgo, ator e diretor Anderson Bosh, “Pelega e Porca Prenha” é uma experiência de imersão para toda a família. “Ele resgata lendas, mitos, crendice, brincadeiras, ditados e tradições, sobre tudo sobre a cultura popular de Mato Grosso do Sul”, detalha.

O figurino utilizado na apresentação. Processo de criação do figurino também poderá ser discutido com platéia. (Foto: Divulgação)
O figurino utilizado na apresentação. Processo de criação do figurino também poderá ser discutido com platéia. (Foto: Divulgação)

Além do resgate, o objetivo também é de desacelerar um pouco do ritmo cotidiano. “Ainda mais durante a pandemia, as crianças estão muito envolvidas com a tela do computador, do tablet, é tudo muito rápido, fútil e não tem um aprofundamento, em nome de uma velocidade que não está levando a gente pra lugar nenhum”, expressa.

O Teatral Grupo de Risco fica na Rua José Antônio, 2170, no Bairro Vila Rosa Pires. O evento é gratuito, mas para quem quiser comparecer presencialmente, é necessário retirar ingressos pelo Sympla. O evento presencial segue todos os protocolos de biosegurança contra a covid-19. A transmissão acontece pelo Canal do Youtube Anderson Bosh. O projeto foi contemplado pela Lei Aldir Blanc.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias