A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

13/08/2017 07:30

Praça Bolívia comemora 12 anos de atividades com programação especial

Serão diversas manifestações artísticas e culturais, além das barracas de artesanato e gastronomia típica

Eduardo Fregatto
Último evento da praça, que reuniu várias manifestações artísticas. (Foto: Vaca Azul)Último evento da praça, que reuniu várias manifestações artísticas. (Foto: Vaca Azul)

A Ação Multicultural Praça Bolívia-T’ikay comemora 12 anos de seu lançamento. Para comemorar, o evento de hoje, que começa às 9h até às 14h, terá programação especial com várias manifestações culturais, além das tradicionais barracas de artesanato e gastronomia

A praça fica no quadrante composto pela Rua das Garças, Barão da Torre, Dias Ferreira e Aníbal de Mendonça, no bairro Santa Fé. A entrada é gratuita. 

Comemorando também o mês de independência da Bolívia, o evento recebe a Orquestra de San José de Chiquitos, que executa peças barrocas com instrumentos musicais como o violoncelo e o violino. As Danzas Tradicionales San José de Chiquitos também participam, apresentando coreografias folclóricas. Outra atração folclórica desta edição é o Grupo Masis Brasil com repertório explorando ritmos fronteiriços, músicas caribenhas, andinas e regionais.

O Circo Le Chapeau, com Junior de Oliveira e Pepa Quadrini apresenta seu novo espetáculo “Os Malas - Um causo sério”. A multi-instrumentista Ana Cabral apresenta seu repertório em voz e violão, composto de canções latino-americanas, composições próprias e músicas de Geraldo Espíndola, Carlos Colman, Maria Cláudia e Marcos Mendes.

O Coletivo Clandestino e a Tri-Ato Núcleo Cênico, de Dourados-MS, apresentam Cantigas de um Fazedô, baseada na obra Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto. O espetáculo traz cantigas feitas apenas com a voz e com os baldes que compõem o cenário e denunciam a arte que está presente no cotidiano retirante, seja nordestino ou sul-mato-grossense. 

O Projeto Tocando em Frente, que atende crianças e jovens de 16 bairros de Campo Grande, traz para a praça uma apresentação de balé. Encerrando a programação, o Coletivo FEMME, formado exclusivamente por mulheres, traz as danças urbanas para a praça, com foco nas questões sobre gênero. Para as crianças, o Ateliê Ramona Rodrigues apresentará contação de histórias. 

O evento Praça Bolívia T’ikay possui investimento do Fundo de Investimentos Culturais – FIC/MS, através da Secretaria de Cultura e Cidadania.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.