ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEXTA  12    CAMPO GRANDE 11º

Faz Bem!

No Dia Mundial do Doador, saiba como colocar esse ato na sua rotina

Campanhas tentam mostrar que todos estamos fadados a um dia precisa de sangue, por isso a importância de doar

Por Ângela Kempfer | 14/06/2024 08:59
Bolsa de sangue ao lado de doador no Hemosul, em Campo Grande. (Foto: Arquivo)
Bolsa de sangue ao lado de doador no Hemosul, em Campo Grande. (Foto: Arquivo)

No Dia Mundial do Doador de Sangue, campanhas tentam mais uma vez mostrar o quanto é necessário colocar a doação como ato permanente.

O sangue doado atinge vários propósitos médicos, todos destinados a salvar vidas. O uso mais comum do sangue doado é para transfusões em pacientes que perderam sangue devido a cirurgias, trauma, complicações durante o parto ou condições médicas como anemia ou câncer.

Mas pacientes com doenças crônicas, como doenças do sangue, como a anemia falciforme ou a talassemia, muitas vezes precisam de transfusões regulares de sangue para manter sua saúde e qualidade de vida,

Outra aplicação vital é para saber a compatibilidade e criar um banco de doadores de medula óssea. Algumas doenças, como os linfomas e a leucemia, afetam as células do sangue, prejudicando o funcionamento da medula óssea o que leva à morte. Por isso o transplante se torna a única saída.

Neste mês,  o ‘Junho Vermelho’ fez a Rede Hemosul criar diversas ações para incentivar a doação de sangue, como campanhas de conscientização, palestras educativas e parcerias com empresas e instituições públicas para facilitar o acesso dos doadores aos postos de coleta.

Em Campo Grande, o Hemosul fica na Avenida Fernando Correa da Costa, 1.304 – Centro. Atende de segunda a sexta, de 7h às 17h, aos sábado de 7h às 12h, e no 1° e 3° sábados do mês de 7h às 17h.

Para garantir a segurança do doador e do receptor, existem critérios definidos pelo Ministério da Saúde, veja as regras divulgadas:

Para doar, é necessário:

  • Apresentar um documento oficial com foto;
  • Estar em boa saúde;
  • Ter entre 16 e 69 anos (com autorização dos responsáveis se for menor de 18 anos);
  • Pesar mais de 50 quilos.

Recomendações para o dia da doação:

  • Não estar em jejum;
  • Descansar por pelo menos seis horas na noite anterior;
  • Evitar álcool por 12 horas antes da doação;
  • Não fumar duas horas antes;
  • Evitar alimentos gordurosos três horas antes.

Certas atividades, como pilotar aeronaves, dirigir veículos pesados, trabalhar em alturas elevadas ou praticar esportes radicais, devem ser evitadas 12 horas antes da doação.

Homens podem doar a cada 60 dias, até quatro vezes por ano. Mulheres podem doar a cada 90 dias, até três vezes por ano.

Cuidados após a doação:

  • Evitar esforços físicos excessivos;
  • Beber bastante líquido;
  • Não fumar por duas horas;
  • Evitar álcool por 12 horas;
  • Manter o curativo no local por pelo menos quatro horas.

Impedimentos para doação incluem histórico de hepatite após os 11 anos, gravidez, exposição a doenças transmissíveis pelo sangue, uso de drogas e relações sexuais sem proteção com parceiros desconhecidos.

Cuidados específicos e prazos de impedimento:

  • Extração dentária: 72 horas;
  • Cirurgias como apendicite, hérnia, amigdalectomia e varizes: três meses;
  • Cirurgias como colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem sequelas graves, tireoidectomia e colectomia: seis meses.

Sua doação pode ser a diferença entre a vida e a morte para alguém. Junte-se a nós e faça a diferença hoje mesmo!

Nos siga no Google Notícias