A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Novembro de 2017

16/03/2017 06:10

Para dormir bem, é fundamental a “higiene do sono” e um diagnóstico certeiro

A Neurosono é especializada em descobrir e tratar problemas como apneia e ronco

Informe Publicitário
Para dormir bem, é fundamental a “higiene do sono” e um diagnóstico certeiro

Só quem viu a noite se transformar em tormento permanente descobriu o que é “higiene do sono”. São regras para uma noite reparadora, que envolvem não ter aparelho TV no quarto e até desmistificam costumes como tomar banho antes de dormir, algo ruim porque altera a temperatura corporal, deixa a pessoa mais em alerta do que em estado de relaxamento, e compromete a manutenção do sono.

O conceito é desconhecido pela maioria, porque poucos dão a devida importância à uma noite mal dormida. A maioria só se preocupa quando descobre uma doença crônica do sono. Aí, só a prevenção não basta e a única saída é procurar especialistas.

Em Campo Grande, a Neurosono é pioneira no diagnóstico de distúrbios do sono como a apneia e o ronco, e é credenciada pela Sociedade Brasileira de Sono, um local que trabalha desde o fortalecimento de hábitos de higiene do sono, com a correção de detalhes que atrapalham a noite, até doenças sérias que podem levar à morte súbita.

Com o laboratório mais equipado do Estado, a Neurosono é referência no tratamento desses males que comprometem significativamente a qualidade de vida. Na experiência diária com pessoas que há muito tempo não experimentam um sono reparador, a equipe tem transformado a vida de pacientes.

Um dos principais males é o ronco.Um dos principais males é o ronco.

Acabar com o problema depende de diagnósticos seguros que vão apontar quais os tratamentos eficazes. Para chegar ao diagnostico, o paciente pode contar com os exames do laboratório da Neurosono. Alguns são feitos em domicilio, outros mais complexos, precisam ser executados na própria clínica, em salas de monitoramento do sono e suítes muito bem equipadas para receber aquelas pessoas que precisam de uma avaliação mais detalhada e, por isso, acabam pernoitando na clínica.

Sob a coordenação do neurologista e neurofisiologista Marcílio Delmondes Gomes, especialista em Medicina do Sono, a Neurosono reúne profissionais que atuam em várias frentes para resolver os distúrbios. "Essa área sempre despertou meu interesse, então busquei especializações por entender que é algo que influência de maneira importante a qualidade de vida do paciente. Quem dorme menos, morre mais", comenta Marcílio, médico já há 26 anos.

Depois do diagnóstico de apneia obstrutiva do sono, na maioria das vezes, o tratamento envolve perda de peso, porque 70% dos casos estão relacionados com a obesidade. Mas existe melhoria imediata, com uso de aparelhos que controlam o ronco e a apneia.

O neurologista Marcílio Delmondes Gomes é especialista em Medicina do Sono.O neurologista Marcílio Delmondes Gomes é especialista em Medicina do Sono.

Higiene do sono - A experiência clínica mostra que muita gente pensa que anda dormindo bem, apesar de sentir os efeitos negativos no corpo. "A pessoa pode dormiu mais de 8 horas, mas continuar cansada. Outros dormem 5 e estão prontos para um novo dia, cheios de energia. isso ocorre porque um não conseguiu atingir o estágio mais profundo do sono. O outro sim. É consequência ou de distúrbios, ou de falta da higiene do sono", explica o neurologista.

Uma dica simples dele é de, na hora daquela cochilada após o almoço, a pessoa escolha entre dormir 30 minutos apenas ou seguir até 1h20. "Esses tempos fecham um período completo de sono. Se ficar no meio do caminho, como 1h, por exemplo, ele rompe o ciclo e vai acordar irritado", comenta.

Outro erro constante é de quem se prepara para concursos ou vestibular e acha que, quanto mais tempo acordado para o estudo, mais preparado ficará. "É o contrário, porque só o sono consolida a memória, fixa o conteúdo. Não adianta estudar o dia todo e não dormir direito, ai perder-se tudo o que estudou", recomenda o médico.

Tomar banho antes, comer e logo ir deitar-se e até ler para pegar no sono podem atrapalhar o início e a manutenção do sono. "Por isso a importância de um especialista. Para orientar com base em estudos científicos que apontam os caminhos de uma noite bem dormida", diz Marcílio.

Laboratório monitora o sono do paciente para o diagnóstico preciso.Laboratório monitora o sono do paciente para o diagnóstico preciso.

Efeitos - As consequências mais leves são a falta de rendimento na escola ou no trabalho. Em caso de apneia, o problema pode levar a complicações como hipertensão arterial, diabetes, arritmia cardíaca, acidente vascular cerebral, infarto do miocárdio, bem como morte súbita durante o sono.

Os riscos não afetam somente o paciente. Estudos mostram que o efeito do sono é como de uma pessoa embriagada ao volante. Por isso o risco de acidentes é igual. Segundo estatísticas, 20% dos casos ocorrem porque o motorista dormiu ao volante ou por falta de reflexos causada pela sonolência.

Inclusive a Academia Brasileira de Neurologia está lançando a nível nacional uma campanha cujo tema este ano é Sono e Direção, objetivando alertar a população geral sobre os riscos de dirigir sonolento. Várias ações serão realizadas principalmente nas capitais e cidades brasileiras a partir do dia 18 agora, até o dia 09 de abril, tendo como o Slogan: Não dê carona ao Sono.
A Neurosono apoia essa iniciativa.

Quem quiser conhecer a Neurosono, a clínica fica Rua Dr. Antônio Alves Arantes, 352 – Chácara Cachoeira. Consultas devem ser agendadas pelo telefone (67) 3025-2515.

Outras informações no site da clínica.

Clínica fica Rua Dr. Antônio Alves Arantes, 352.Clínica fica Rua Dr. Antônio Alves Arantes, 352.
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.