ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, QUINTA  09    CAMPO GRANDE 22º

Faz Bem!

Saiba como e com o que higienizar os produtos depois de ir ao mercado

Especialista explica como higinezar produtos que trazemos do mercado e quais são as substâncias eficazes para desinfecção

Por Lucas Mamédio | 23/03/2020 07:47
Todos os produtos que vem dos carrinhos de mercado precisam ser higienizados. Ir às compras agora exige mais atenção. (Foto: Marcos Maluf)
Todos os produtos que vem dos carrinhos de mercado precisam ser higienizados. Ir às compras agora exige mais atenção. (Foto: Marcos Maluf)

Por conta dos vários decretos publicados pelo governo municipal, apenas alguns estabelecimentos que prestam serviços considerados essenciais continuam abertos, entre eles, os supermercados.

Várias medidas de segurança estão sendo tomadas pelas respectivas administrações nesses locais para dar mais segurança aos clientes e evitar o contágio do coronavírus. Controle da quantidade de pessoas que entra no mercado, utilização constante de álcool em gel, determinação de um espaço mínimo entre os que esperam nas filas, tudo isso é medida de precaução.

Mas se nos supermercados tudo está correndo relativamente bem, na sua casa também está? Você está higienizando os produtos quando chega em casa? É necessário fazer isso? O Lado B foi atrás das respostas.

Segundo estudos bem recentes, feitos já durante a crise mundial que envolve o coronavírus, esse vírus em específico pode permanecer infeccioso por até 9 dias em superfícies inanimadas, como é o caso de vários produtos que compramos no mercado, ou qualquer outro objeto que temos e levamos pra casa.

Então a conclusão, segundo a farmacêutica Fernanda Fialho, é de que higienizar para desinfecção é sempre necessário, principalmente quando levamos de fora para dentro de casa.

De acordo com a especialista algumas substâncias de fácil acesso podem ser utilizadas:

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

A primeira delas é o álcool 70%, nesse caso pode usar o líquido para borrifar quando possível.  Também poderá usar a solução de sódio hipoclorito 0,1%, famosa a água sanitária ou mais famosa ainda Qboa, muito recomendado para frutas e verduras. Para cada litro de água, é indicado usar uma colher de água sanitária.

Uma outra alternativa é usar a substância clorexidina 0,12%, utilizada em enxaguantes bucais e só um pouco mais complicada de ser encontrada, pelo menos em comparação às outras duas. Dependendo do produto, no caso de alguns alimentos fica mais complicado, também é eficaz a lavar com água e sabão.

“Todos esses são modos eficazes de higienizar, matar o vírus e se prevenir de pegar o coronavírus, principalmente nessa quastão das compras”, diz Fernanda.

A professora Elizabete Carminati, que está de quarentena, até porque as aulas do município, onde trabalha, estão interrompidas, começou a higienizar todos os produtos comprados em mercados ou alimentos que chegam de outra forma.

Produtos guardados por Elizabete depois da higienização (Foto: Arquivo Pessoal)
Produtos guardados por Elizabete depois da higienização (Foto: Arquivo Pessoal)

“Meu filho ganha uma cesta básica todo mês onde trabalha, dessa última vez passei álcool em tudo antes de guardar. As compras do mercado, enlatados, pacotes, tudo limpo com álcool”.

Perguntada sobre frutas e verduras, ela diz que também está tomando os devidos cuidados. “Vi na internet a solução com água sanitária e estou higienizando antes de colocar na geladeira”.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.