A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

01/05/2017 07:10

Álcool não entra em bistrô que só toca música gospel para reunir famílias

Paula Maciulevicius
Com uma pegada quase que de barzinho, tem até música ao vivo, mas só religiosa.Com uma pegada quase que de barzinho, tem até música ao vivo, mas só religiosa.

Não tem bandeira de igreja nem denominação, mas no cair da noite, o restaurante que serve comida de dia vira bistrô gospel. Com uma pegada quase que de barzinho, tem até música ao vivo, mas só religiosa.

Quando a notícia chegou ao Lado B - até bistrô gospel está abrindo em Campo Grande -, a gente imaginava um ambiente onde o cliente entra para se converter. O dono, Fernando Jussiani, é evangélico, mas não faz questão nem de mencionar a qual igreja pertence. Vê o negócio com olhos de empreendedor, de quem percebeu que era um mercado a ser explorado. "Nossa ideia não é de dar cunho religioso é para qualquer pessoa que se identifique com o gospel, sem levantar bandeira religiosa", frisa.

No almoço, o local abre como Caseirinho, restaurante que atende buffet e marmitas. E o empresário, pensando em como inovar e gerar mais receita, resolveu aproveitar a estrutura, com um serviço mais refinado. À noite, a casa tem assinatura do chef Ricardo Mereb e no cardápio, risoto como carro-chefe.

Drinks são feitos sem álcool. Drinks são feitos sem álcool.
Nas mesas, versos bíblicos. Nas mesas, versos bíblicos.
Cantor gospel, Jariston Lima foi quem animou o bistrô no último sábado. Cantor gospel, Jariston Lima foi quem animou o bistrô no último sábado.

"No meio da crise, pensamos em abrir um bistrô, só que cidade tem casas que tocam blues, jazz, mas nenhuma assim e hoje, senão me engano, quem mais vende CD é a música gospel", explica Fernando, de 37 anos.

Na casa não entra álcool, mas o menu traz seis opções de drinks: morango, chocolate, coco, uva, kiwi e maracujá, com preços a partir de R$ 19,90. "É porque faz uma linha com quem curte este tipo de movimento. Servimos drinks especiais e comida boa", anuncia Fernando.

Segundo o dono, os pratos foram montados em cima da culinária regional, com destaque para o bolinho de carne seca com queijo caipira até o risoto de tilápia e hamburguer artesanal. "Mas tudo tem um toque diferente, de gengibre adocicado, picles. Conseguimos trabalhar bem a criação do chef, e nos risotos, todos eles têm um toque agridoce", descreve o dono. 

Carro-chefe da casa, risoto de tilápia. Carro-chefe da casa, risoto de tilápia.

A música ao vivo da noite de sábado era com o cantor Jariston Lima. O jovem já tocou com João Bosco e Vinícius e largou a "música secular", vi futuro no bistrô.

"Sempre tive uma visão um pouco diferente do ambiente cristão, deste clima gostoso de família, onde as pessoas vão sem se contaminar com outras músicas. Aqui eles vão se acostumar com isso, experimentar essa sensação de chegar e escutar uma música cristã", afirma Jariston. Ele também prevê logo logo a chegada de guardanapos com pedidos de música. 

A casa cobra couvert de R$ 3,00 e está aberta para músicos gospel. As referências religiosas se restringem à trilha sonora e às mesas. Adesivos com versos bíblicos decoram o ambiente, mas é só isso. "Não quisemos batizar com nomes, nada, porque a gente poderia entrar num ambiente perigoso e gerar polêmica. Até a música, quem ouve pensa que é MPB. Não é louvor é música acústica", enfatiza o dono. 

O bistrô gospel funciona de quarta a domingo, das 19h à meia-noite, na Rua Pedro Celestino, n°1375.

Curta o Lado B no Facebook.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.