ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 33º

Sabor

Aos 18 anos, Maria abriu a casa de sucos que sonhava ter desde criança

Jovem administra o lugar, que serve do café da manhã ao lanche da tarde

Por Jéssica Fernandes | 18/10/2021 09:50
Maria Eduarda abriu casa de sucos que sonhava ter na infância. (Foto: Jéssica Fernandes)
Maria Eduarda abriu casa de sucos que sonhava ter na infância. (Foto: Jéssica Fernandes)

Todo mundo tem algum sonho muito maluco quando é criança, como pisar na lua, ser super-herói ou virar princesa. As possibilidades são enormes quando você tem imaginação fértil e com a Maria Eduarda Braga, 18 anos, não foi diferente.

Com quatro anos, a “Bibi”, como é chamada na família, acreditava ser dona de uma casa de sucos do Rio de Janeiro, que possuía o mesmo apelido que o dela. Desde então, ela criou a ideia de ter um lugar parecido e que se tornou realidade recentemente. "Esse foi meu presente de 18 anos praticamente, sempre gostei de cozinha e casa cheia. Em 2020, comecei o projeto, mas parei por causa da pandemia e só retomei em dezembro do ano passado", fala.

O Lado B conheceu o “Pé de Amora - Sucos naturais”, que iniciou as atividades na última semana. O estabelecimento promete ser ótimo para visitar no intervalo do expediente, marcar para ver os amigos e fazer aquele encontro animado.

Estabelecimento serve sucos naturais de diversos sabores. (Foto: Arquivo Pessoal)
Estabelecimento serve sucos naturais de diversos sabores. (Foto: Arquivo Pessoal)

Nos dias frios, a dica é pedir os bolinhos de chuva e o chá bem quentinho. Já no calor, o ideal é experimentar o suco natural bem gelado com empada de frango. Independente do tempo, o cardápio promete agradar o cliente em todas as ocasiões. "Tem coisas que dá para comer em qualquer horário do dia", garante a proprietária.

De acordo com a Maria, a intenção do lugar é que o cliente faça a refeição e se sinta confortável com o espaço. “Quero que o pessoal se sinta como se estivesse no jardim da própria casa. Eu quis trazer aquela sensação de casa de vó com muita planta e comida gostosa”, explica.

Para pôr em prática o conceito de quintal aberto com jardim, a proprietária contratou a arquiteta Chiara Duarte, responsável por projetar o ambiente. A profissional foi matéria no Lado B, onde contou sobre a reforma feita na própria residência.

Alguns sucos são misturados com verduras e outros ingredientes especiais. (Foto: Arquivo Pessoal)
Alguns sucos são misturados com verduras e outros ingredientes especiais. (Foto: Arquivo Pessoal)

E no estabelecimento, é claro, o carro-chefe são os sucos naturais. O menu apresenta várias opções de frutas e sabores para o cliente se deliciar. Tem os conhecidos da galera, que é o de laranja, acerola, abacaxi, morango, maracujá, melancia, goiaba, frutas vermelhas e manga. Os mais diferentes são o de tamarindo, cupuaçu, graviola, kiwi e cajá-manga. O suco, de 500ml, sai por R$ 12. Com adicional de leite, é R$ 14

Na sessão de sucos funcionais, que custam R$ 16, o cliente encontra misturas especiais. Mamão com limão, laranja com beterraba, pepino, couve, limão e gengibre são alguns dos sabores disponíveis no ponto comercial.

Apesar dos sucos serem a estrela principal do cardápio, o café coado na hora anda fazendo sucesso entre os visitantes. “É impressionante como o pessoal tem pedido, nós deixamos de lado até a máquina de expresso”, diz animada. No estabelecimento, o cafezinho de 110 ml custa R$ 4 e o de 280ml sai a R$ 8.

Cuscuz com ovo é ótima opção para o café da manhã. (Foto: Arquivo Pessoal)
Cuscuz com ovo é ótima opção para o café da manhã. (Foto: Arquivo Pessoal)

No negócio, a Maria procurou trazer pratos que gosta muito e dificilmente encontra nos restaurantes e lanchonetes. Um deles é o cuscuz, que pode ser acompanhado com ovo frito, que fica a critério do cliente. “Eu adoro cuscuz, nunca achei para comer aqui, então, tentei trazer coisas que todo mundo gosta de fazer em casa e não encontra”, afirma.

Além do cuscuz, outras comidinhas preparadas na hora são o sanduíche natural de frango, pão com tofu, ovos mexidos, sopa paraguaia, toast de banana, empada de frango, empada de palmito e pão de queijo. Os preços desses pratos variam entre R$ 5 a R$ 17.

Animada com o primeiro negócio, Maria trabalha o dia todo no lugar e faz de tudo um pouco, exceto cozinhar. A responsável por preparar todos os pratos que encantam o pessoal é a Edna Colman, 54 anos. “Ela ajudou a minha mãe a me criar, depois que cresci, ela foi trabalhar em outra área. Quando abri o lugar, chamei ela”, conta.

Pão com ovos mexidos integra menu da casa. (Foto: Arquivo Pessoal)
Pão com ovos mexidos integra menu da casa. (Foto: Arquivo Pessoal)

Agora, a expectativa da jovem é proporcionar bons momentos para quem conhecer o espaço. “Eu quero que aqui seja um lugar que abrace todos os públicos e que dê pra vir com as crianças, avós, cachorros. Um lugar tranquilo e que se adapta a todas as pessoas”, conclui.

Quem quiser conhecer, o Pé de Amora está localizado na Rua Paraíba, 269, Centro. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 7h30 às 19h. No sábado, o atendimento é das 15h30 às 19h30.

Sanduíche natural com frango e suco de laranja é opção de combo. (Foto: Arquivo Pessoal)
Sanduíche natural com frango e suco de laranja é opção de combo. (Foto: Arquivo Pessoal)

Curta o Lado B no  Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário