ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 31º

Sabor

Em portinha de bairro, Marlene frita torresmo na hora para os clientes

Há dois meses, cozinheira investiu no empreendimento na Avenida Prefeito Lúdio Martins Coelho

Por Aletheya Alves | 09/12/2023 07:40
Tiago e Marlene têm feito sucesso no Buriti com torresmo. (Foto: Alex Machado)
Tiago e Marlene têm feito sucesso no Buriti com torresmo. (Foto: Alex Machado)

Depois de trabalhar por anos vendendo açaí, Marlene Pereira Fernandes decidiu que precisava criar algo diferente no Jardim Buriti. Foi assim que, há dois meses, ela surpreende quem passa pela Avenida Prefeito Lúdio Martins Coelho com torresmo sendo frito na hora.

Ao lado do filho, Tiago Siqueira, o trabalho começa logo cedo, por volta das 6h, para garantir que a matéria-prima seja garantida. Sem comprar em mercados comuns devido ao preço, Tiago explica que a busca é por fornecedores que consigam garantir um valor mais justo.

Com essa etapa solucionada, a parte do preparo é iniciada diretamente com Marlene. “Então, encontrar a matéria-prima é uma das partes mais difíceis. Temos dois meses que abrimos aqui, foi ideia da minha mãe mesmo. Ela estava sozinha, mas o público aumentou e eu vim para ajudar”, diz Tiago.

Durante o restante do período da manhã e da tarde, o torresmo é preparado e só às 15h30 é que as vendas começam.

“Os clientes passam, sentem o cheiro de longe, fazem a volta porque aqui é uma avenida rápida e voltam para cá”, explica o filho sobre a dinâmica. Sabendo que a venda do produto dessa forma não é comum em Campo Grande, ele explica que o cenário é mais visto no interior de São Paulo e em Minas Gerais.

Alimento é frito na hora para servir os clientes que passam pela "portinha". (Foto: Alex Machado)
Alimento é frito na hora para servir os clientes que passam pela "portinha". (Foto: Alex Machado)

O diferencial, para Thiago, é justamente o fato do torresmo ser frito na hora. E, sem espaço para consumo no local, os clientes também “trabalham” com a rapidez da entrega.

“A gente está lutando para poder atender, o espaço é simples por enquanto e estamos nos organizando para melhorarmos a estética e ficar mais confortável. Mesmo assim, temos clientes fechados que vêm quase todo dia”, detalha Tiago.

Além da clientela fixa, ele comenta que há pessoas que saem de seus bairros quando ficam sabendo da venda e vão até a portinha para buscar. “Às vezes, também levamos para a pessoa que está no semáforo para experimentar e ela já volta para comprar. O pessoal brinca que não resiste”.

Hoje, além do torresmo, a família também comercializa uma geleia agridoce feita com abacaxi com pimenta dedo-de-moça, sendo que o pote de 200 ml custa R$ 10. Já o torresmo possui duas opções, sendo o pote de 500 ml R$ 20 e de 1 litro R$ 40. Especificamente aos sábados, há venda de feijão tropeiro por R$ 20.

Localizado na Avenida Prefeito Lúdio Martins Coelho, 63, Jardim Buriti, o Torresmo da Má funciona de terça até sexta-feira, das 15h30 às 19h30, e aos sábados das 10h30 às 13h30min e 16h às 19h.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Siga o Lado B no WhatsApp, um canal para quebrar a rotina do jornalismo de MS! Clique aqui para acessar o canal do Lado B.

Nos siga no Google Notícias