ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 16º

Sabor

Jaqueline criou requeijão de pequi para inovar em tapioca com frango

Cozinheira está há 23 anos no ramo e, além do sabor salgado, também criou brigadeiro branco com licor de pequi

Por Aletheya Alves | 07/04/2024 07:44
Tapioca com frango e requeijão cremoso de pequi. (Foto: Divulgação/Sebrae/MS)
Tapioca com frango e requeijão cremoso de pequi. (Foto: Divulgação/Sebrae/MS)

Froes decidiu inovar levando o pequi para suas receitas. Sem faltar criatividade, a cozinheira desenvolveu um sabor de frango com requeijão cremoso de pequi e outro de brigadeiro com licor da fruta. Mais do que garantir novos sabores, a ideia é valorizar o que é típico de Mato Grosso do Sul.

Moradora de Coxim, Jaqueline conta que começou sua história com a cozinha ao lado dos pais, Rosilene e Roberto. Em 2001, a mãe decidiu ir para São Paulo fazer um curso e aprender sobre tapioca. Foi assim que a trajetória teve início.

Na época, os pais abriram uma lanchonete e Jaqueline se manteve no apoio da produção até que, em 2019, decidiu começar seu próprio negócio. “Eu abri uma barraca para mim na Feira da Concha, queria ter um meio de ganhar minha renda e hoje é ela que me ajuda a pagar as contas”.

Receita com versão doce sabor brigadeiro branco e licor de pequi. (Foto: Arquivo pessoal)
Receita com versão doce sabor brigadeiro branco e licor de pequi. (Foto: Arquivo pessoal)
Barraca em que Jaqueline vende seus produtos em Coxim. (Foto: Arquivo pessoal)
Barraca em que Jaqueline vende seus produtos em Coxim. (Foto: Arquivo pessoal)

Apesar de se consolidar com os sabores mais tradicionais, a cozinheira detalha que participou de uma formação oferecida pelo Sebrae/MS com o chef Paulo Vasconcelos e ali decidiu que precisava mudar.

“Eu já usava frango e carne de sol, por exemplo, mas o chef me deu um chacoalhão porque a gente acaba se acomodando. A gente pensou muito, debateu e tentamos fazer um recheio trufado com aroma de pé de cedro, mas acabou ficando muito forte”, relata Jaqueline.

Apesar do pé de cedro (símbolo de Coxim devido à música de Zacarias Mourão) não ter dado certo de primeira, a receita continua sendo desenvolvida. Por outro lado, o pequi conseguiu se sair melhor.

Sabendo que a fruta não agrada todo mundo, Jaqueline decidiu investir em um sabor mais suave. “Tive a ideia de pegar o licor de pequi para fazer um recheio doce com brigadeiro branco. É um gosto suave, mas ao mesmo tempo bastante presente”.

A opção salgada veio com a união do pequi ao requeijão, além do frango que já era usado em outras receitas.

Para a cozinheira, os dois sabores são uma união entre a valorização das tradições regionais e uma oportunidade de continuar ampliando seus serviços. E, para conseguir se desenvolver enquanto empreendedora, ela completa sua fala comentando sobre as capacitações do Sebrae.

Em 2019, ela participou de um projeto voltado às mulheres, o “Sebrae Delas” e, agora, os novos sabores vieram durante o “Hoje é Dia de Feira”.

(Foto: Arquivo pessoal)
(Foto: Arquivo pessoal)

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias