ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 20º

Sabor

Rita agora tem cara e cheiro de café em cantinho aberto pelas amigas

Bairro Rita Vieira virou nome de cafeteria que une o amor de 4 mulheres pelos salgados, doces e cafés

Por Thailla Torres | 20/10/2021 09:08
Sogra e nora, duas das 4 amigas à frente de nova cafeteria no Bairro Rita Vieira. (Foto: Marcos Maluf)
Sogra e nora, duas das 4 amigas à frente de nova cafeteria no Bairro Rita Vieira. (Foto: Marcos Maluf)

Desde o início do mês, quando a porta de vidro abriu para o público entre as paredes turquesa da fachada, todo mundo que entra pergunta para uma das donas: quem é Rita? O nome expõe a chegada da nova cafeteria do Bairro Rita Vieira, dando cara e aroma de café à região, “que há muito tempo, sentia falta de um espaço mais charmoso”, justificam as proprietárias.

O lugar pertence a quatro amigas que uniram forças para ter um cantinho diferente no bairro, onde duas delas moram há muito tempo. A ideia partiu da arquiteta Francieli Azevedo, de 29 anos, que há três anos, vem estudando sobre empreendedorismo e tinha o sonho de mudar os rumos da profissão.

Lugar ficou bem decorado e iluminado para clientela do bairro aproveitar um café. (Foto: Marcos Maluf)
Lugar ficou bem decorado e iluminado para clientela do bairro aproveitar um café. (Foto: Marcos Maluf)
Quando todo mundo entra no espaço, dá de cara com o rostinho de Rita, personagem criada pela donas para homenagear as mulheres e o bairro. (Foto: Marcos Maluf)
Quando todo mundo entra no espaço, dá de cara com o rostinho de Rita, personagem criada pela donas para homenagear as mulheres e o bairro. (Foto: Marcos Maluf)

Sem exercer a arquitetura, ela optou por acreditar no olhar que tinha para as vendas. “Comecei vendendo ovos de colher e vi que deu muito resultado. Investi R$ 400,00 e faturei R$ 6 mil na época”, lembra Francieli.

Foi então que passou a alimentar o desejo de ter um espaço físico. Filha de mãe salgadeira conhecida na região do Jardim Batistão e de família que sempre teve o dom para fazer salgados, ela viu que estava na hora de ter o próprio negócio.

“Então, unimos a história de quatro mulheres batalhadoras e fortes para criar uma personagem, a Rita, em homenagem ao bairro e que tem tudo de bom que há nessas quatro mulheres. Acreditamos também que cada mulher tem um pouquinho da força de Rita dentro de si”.

Ciabatta de carne desfiada, um dos lanches da casa. (Foto: Francieli Azevedo)
Ciabatta de carne desfiada, um dos lanches da casa. (Foto: Francieli Azevedo)
Para quem gosta de uma bebida adocicada, sugestão é mocha de Nutella. (Foto: Francieli Azevedo)
Para quem gosta de uma bebida adocicada, sugestão é mocha de Nutella. (Foto: Francieli Azevedo)

E não demorou muito para Rita ganhar um logotipo fofo, enquanto Franciele ao lado da mãe Nilza Pereira Alves, a sogra Suzeti de Cássia Rossini Azevedo e a amiga Soraya Lopes de Souza deram as mãos para o novo negócio.

Foram 10 meses pensando juntas em cada detalhe. “Minha mãe queria há muito tempo trazer os salgados para o bairro, mas ao invés de ter apenas uma salgaderia, optamos pela cafeteria, porque ainda não havia local semelhante na região”.

O cantinho charmoso e bem decorado pelo amigo e arquiteto Gabriel Fontana ganhou mesas, cadeiras azuis, paredes decoradas, painel de folhagem e poltronas para recepcionar os clientes das 7h às 19h.

No cardápio, há bebidas quentes com uma variedade de cafés de R$ 4,00 a R$ 14,00. O mais pedido até agora, tem sido o Moch, de leite cremoso, café e calda de chocolate. Tem também chocolate quente com marshmallow e chá indiano para quem busca sabores diferentes pela manhã ou fim de tarde.

Sem fechar para o almoço, o local também serve bebidas geladas como frapês, sodas e sucos naturais. Tem ainda os salgados feitos por Nilza, que vão de R$ 3,00 a R$ 6,00 e estão sempre na vitrine. No menu de lanches, se destacam os crostinis de diferentes sabores.

Mas os queridinhos de Francieli são os doces, especialmente, o tradicional banoffe feito com banana e também o uvoffe, este, feito com uva. “Quis trazer versões diferentes da receita de banoffe com outras frutas, tem também de morango, o manoffe”, finaliza.

Quem quiser conhecer o Rita Café, o espaço fica na Avenida Rita Vieira de Andrade, 940 – Bairro Rita Vieira. O horário de funcionamento é das 7h às 19h, de segunda a sábado.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário