ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 22º

Lado Rural

Em nova fase, Precoce MS terá maior participação de associações representativas

Agora, incentivo levará em conta também o quão sustentáveis são as propriedades rurais do programa

Por José Roberto dos Santos | 19/04/2024 15:43
Novilhos precoces criados a pasto em propriedade rural de MS; abate pelo programa gera incentivos. (Foto: Divulgação)
Novilhos precoces criados a pasto em propriedade rural de MS; abate pelo programa gera incentivos. (Foto: Divulgação)

Nesta quinta-feira (18), o programa Precoce MS, implementado pelo Governo do Estado, iniciou uma nova fase sob o nome "Protocolo Precoce em Conformidade". Após reformulação realizada no fim do ano passado, as mudanças visam mostrar de forma mais transparente o quanto as propriedades que produzem o animal precoce são sustentáveis e organizadas social e ambientalmente.

“Mato Grosso do Sul tem hoje muitos animais jovens produzidos dentro desse programa e a partir de agora, com essa modernização, vamos poder mostrar o processo, mostrar que essas fazendas são sustentáveis em todos os aspectos. O incentivo passa a vir 50% para o animal e 50% para a propriedade, a avaliação será conduzida pela associação credenciada e auditada por uma empresa terceirizada, é algo que vem só agregar e trazer ainda mais credibilidade para o protocolo”, pontua Rafael Gratão, presidente da Novilho Precoce MS, associação credenciada para aplicar a avaliação nas propriedades participantes.

Uma mudança significativa é a transição da avaliação das propriedades de autodeclaratória para o preenchimento de um checklist com mais de 80 itens. “É importante ressaltar que o programa continuará ativo; no entanto, todos os produtores serão automaticamente inseridos no nível obrigatório. Aqueles que desejarem avançar para o próximo nível, o técnico responsável deverá preencher o check list através do sistema da Novilho e solicitar uma visita, até por isso a SemadescC através da Escola Gov está realizando treinamento para reciclagem desses técnicos com as novas informações do programa”, explica o superintendente da Novilho, Alexandre Guimarães.

Gratão destaca ainda que testes já foram feitos e o novo programa está pronto para  ser implementado. “Essa modernização pode abrir novas oportunidades para a carne produzida no Estado, e a parceria reforçada com as associações representativas, como a Novilho Precoce MS, promete fortalecer ainda mais o setor pecuário sul-mato-grossense”, finaliza.

Nos siga no Google Notícias