ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 34º

Meio Ambiente

Com chuva a partir do dia 20, foco de operação será manter controle de queimadas

Previsão é de que chuva apareça de forma significativa a partir do dia 20 de setembro

Por Gabriel Neris | 07/09/2020 18:12
Da área urbana é possível ver fumaça no Pantanal (Foto: Reprodução/Diário Corumbaense)
Da área urbana é possível ver fumaça no Pantanal (Foto: Reprodução/Diário Corumbaense)

A Operação Pantanal II, realizada por força-tarefa para controlar as queimadas no bioma em Mato Grosso do Sul, estima chuva a partir de 20 de setembro, mas enquanto isso não ocorre, o desafio será o controle dos focos para evitar que as chamas avancem.

Os trabalhos são comandados pela Marinha em Corumbá e contam com as parcerias dos governos de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, e brigadistas do Ibama/Prevfogo, Defesa Civil, Exército e PMA (Polícia Militar Ambiental).

“Mesmo com as altas temperaturas, baixa umidade relativa do ar em praticamente todo o Mato Grosso do Sul, os focos de incêndios florestais seguem controlados na parte sul-mato-grossense do Pantanal e demais regiões do Estado. Faço um alerta à população por conta do feriado que se aproxima. Para quem for viajar, é importante tomar os devidos cuidados estrada e reforço também o apelo para não atear fogo, seja em área rural ou urbana”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

Franciane Rodrigues, coordenadora do Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), disse que “para a segunda metade do mês de setembro é que as chuvas fiquem acima da média nas regiões sul e sudoeste de Mato Grosso do Sul. Nas demais áreas, como o Centro, Norte e o Pantanal, a precipitação deve ficar ligeiramente abaixo da média”.

A tendência é de não haja chuvas significativas até 20 de setembro, permanecendo a baixa umidade do ar e temperaturas de até 43ºC no Pantanal. “No período de 12 a 20, poderemos ter chuvas que amenizam a temperatura na região pantaneira, principalmente entre os dias 13 a 15 de setembro. A partir do dia 20, devemos ter chuva generalizada em todo o Estado, com condições de melhora até o fim do mês”, finalizou Franciane.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, já foram queimados 2,201 milhões de hectares no Pantanal, sendo 1,110 milhão de hectares em Mato Grosso do Sul.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário