ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 22º

Meio Ambiente

Cras suspende visitas agendadas após nova fuga de onça

Por Marcio Breda e Danúbia Burema | 30/12/2010 14:24

Felino escapou hoje, dois dias após ser recapturado

Por conta da segunda fuga da onça pintada no Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), as visitas monitoradas ao local estão suspensas. Foto: João Garrigó
Por conta da segunda fuga da onça pintada no Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), as visitas monitoradas ao local estão suspensas. Foto: João Garrigó

Por conta da segunda fuga da onça pintada no Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), as visitas monitoradas ao local, marcadas com antecedência e com agenda cheia no período de férias, estão suspensas.

O governo do Estado ainda não confirmou se fechará ou manterá aberto o Parque das Nações Indígenas, vizinho ao Cras. Na primeira fuga, em 29 de outubro, o local ficou fechado durante 3 dias.

A suspensão das visitas pegou algumas famílias de surpresa e frustrou o programa de férias de turistas. Com visita agendada na última segunda-feira (27),a professora Loeni Tizzeane iria conhecer a “famosa” onça nesta tarde com primas do Rio Grande do Sul que fazem turismo na virada do ano na Capital.

“Soube quando cheguei aqui que ela tinha fugido novamente. Ligaram em casa para avisar, mas eu já não estava mais. Minhas primas nunca viram uma onça pintada e queriam conhecer ela. Estávamos todas na expectativa”, lamenta Loeni.

Elenice dos Santos, professora, foi ao Cras com os dois filhos – Emanuela, de 7 e Mateus, de 18 – e também soube no local da fuga da onça. “Iria participar de uma visita e me contaram. Agora que ela está solta não quero nem ficar”, brinca, sem esconder a frustração.

Após acompanhar toda a “saga” da onça durante sua primeira fuga, o autônomo Josenir Salvador, que também visitava o Cras, recebeu a notícia da segunda escapada com bom humor. “Acho que deveriam deixar ela solta logo de uma vez, já que ela escapa quando quer”.