ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 24º

Meio Ambiente

Desmatamento no Pantanal aumentou 174% no primeiro semestre do ano

Neste período, foram desmatados 25,5 mil hectares de área

Izabela Cavalcanti | 09/08/2023 10:34
Área do Pantanal desmatada em Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação/SOS Pantanal)
Área do Pantanal desmatada em Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação/SOS Pantanal)

Desmatamento na região pantaneira em Mato Grosso do Sul cresceu 174% no primeiro semestre de 2023. Neste período, foram desmatados 25,5 mil hectares de área, enquanto no ano passado foram 9,3 mil hectares. Os dados são do Mapbiomas, divulgados pelo SOS Pantanal.

O município de Corumbá teve alta de 282% na prática. Entre janeiro e julho deste ano, foram desmatados 16,5 mil hectares somente na unidade administrativa, contra 4,3 mil hectares no mesmo período do ano passado.

Nos últimos quatro anos, a devastação no bioma tem crescido sem precedentes. Entre janeiro de 2019 e abril de 2023, foram desmatados mais de 120 mil hectares no Pantanal, que representa quase uma cidade de São Paulo. Desse total, quase 109 mil hectares (90%) ocorreram em Mato Grosso do Sul.

Na visão do biólogo e diretor de comunicação do SOS Pantanal, Gustavo Figueirôa, é urgente a criação de uma legislação nova para o Pantanal.

"Como previsto, os índices de desmatamento continuam subindo no Pantanal, principalmente em Mato Grosso do Sul, que concentra mais de 90% dessa perda de vegetação. É urgente que uma nova legislação para o uso do Pantanal entre em vigor, uma que ouça todos os setores da sociedade, e que novos estudos sejam realizados, levando em conta o fator da proteção ambiental", destacou.

O instituto enfatiza que tem defendido a ampliação das fiscalizações em ações que envolvam instituições civis e oficiais, e a criação de uma lei federal que proteja o bioma, que também sofre com as queimadas.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

(Matéria editada às 12h23 para correção de informação solicitada pela SOS Pantanal, por erro em dados enviados à imprensa).

Nos siga no Google Notícias