A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

22/02/2017 10:08

Durante o Carnaval, pesca estará proibida em todos os rios do Estado

Renata Volpe Haddad
A partir de 24 de fevereiro, PMA intensifica ações nos rios de MS. (Foto: Divulgação)A partir de 24 de fevereiro, PMA intensifica ações nos rios de MS. (Foto: Divulgação)

Durante o período do Carnaval, a pesca nos rios de Mato Grosso do Sul será proibida a partir de sexta-feira (24), exceto no rio Paraguai, onde está aberta a modalidade pesque-solte. A PMA (Polícia Militar Ambiental) inicia a Operação Carnaval dentro da Piracema, para prevenir a pesca predatória. A operação encerra no dia 2 de março.

Como a modalidade pesque-solte está aberta na calha do rio Paraguai, a PMA reforçará o policiamento em Corumbá e Porto Murtinho.

As outras cidades com tradição carnavalesca, que receberão maior número de turistas, como Bonito, Jardim, Coxim, Aquidauana e Miranda receberão efetivo da sede de Campo Grande e de outras subunidades situadas em cidades que não receberão muitos turistas durante o Carnaval.

A bacia do rio Paraná também terá ação reforçada. Além disso, os demais postos instalados nas cachoeiras e corredeiras durante a operação Piracema receberão reforços durante a operação.

Equipes da Capital também farão fiscalização itinerante, exercendo serviços de barreiras e fiscalização fluvial, especialmente nas regiões de divisas do Estado e Fronteira. Mais de 360 policiais, ou seja, 80% do efetivo estarão envolvidos na operação.

As únicas pessoas que podem pescar na bacia do rio Paraná são ribeirinhos e populações tradicionais que dependem da proteína do peixe para se alimentar. Está proibido até a pesca com varinha.

Quem desrespeitar, pode ser preso em flagrante, ter os materiais de pesca apreendidos e pagar uma multa que varia de R$ 700,00 a R$ 100 mil, mais R$ 20,00 por quilo do pescado irregular.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions