ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 22º

Meio Ambiente

Governo do Estado acata pedido de suspensão de desmatamento em Rio Verde

O Imasul, a Prefeitura de Rio Verde e a Promotoria do Estado farão uma nova analise da área

Por Fernanda Palheta | 16/04/2019 17:01
Uma nova análise da área será realizada (Foto: Direto das ruas)
Uma nova análise da área será realizada (Foto: Direto das ruas)

O Governo do Estado acatou o pedido da Prefeitura de Rio Verde, cidade a 207 de Campo Grande, e suspendeu o desmatamento de uma área de 140 hectares de mata nativa. Nesta terça-feira (16), a Prefeitura de Rio Verde pediu a suspensão via ofício. Uma nova análise da área será realizada pelo Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), a Prefeitura de Rio Verde e a PGE (Procuradoria Geral do Estado).

A licença que autoriza o desmatamento da área que seria usada para plantação, ficou em análise no Imasul por cerca de um ano, segundo o governo. A Secretaria de Meio Ambiente do município recebeu o documento do Instituto e também permitiu a supressão vegetal.

De acordo com o Resumo Executivo do Plano de Manejo, a APA (Área de Proteção Ambiental) Municipal Sete Quedas do Rio Verde “foi criada através de Decreto Municipal n° 800 de 18 de abril de 2005, com o objetivo de promover a proteção da paisagem de grande valor natural e cênico, a bacia hidrográfica do rio Verde e sua diversidade”.

Desmatamento - Uma filmagem feita no último sábado (13) mostra que 80 hectares da área, que fica a cerca de 50 metros do Rio Verde, já haviam sido derrubados. Proprietários de sítios da região se mobilizaram para tentar interromper a ação. Para o proprietário de um sítio na região rural de Rio Verde, Gilmar Mello, “os documentos da APA não permitem nenhuma atividade agropecuária. Essa licença jamais poderia ter saído”.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário