A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Abril de 2019

10/12/2018 14:53

Inmet prevê chegada da chuva, mas calor e baixa umidade continuam em MS

Estado deve registrar chuva fraca no fim da tarde de quinta-feira, conforme instituto; temperaturas máximas seguem acima dos 30ºC e umidade cai para menos de 40%

Humberto Marques
Previsão é de céu entre parcialmente nublado a claro, com chance de chuvas isoladas; Inmet prevê mudança no clima entre quarta e quinta-feira. (Foto: Humberto Marques)Previsão é de céu entre parcialmente nublado a claro, com chance de chuvas isoladas; Inmet prevê mudança no clima entre quarta e quinta-feira. (Foto: Humberto Marques)

O calor e a umidade do ar em índices inferiores a 40% continuarão a acompanhar os sul-mato-grossenses ao longo da semana, conforme previsão do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), que prevê chuva fraca entre quinta (13) e sexta-feira (14). A situação se repetiu nos primeiros dias de dezembro, contrastando com os dois meses anteriores, que registraram grandes quantidades de chuva.

Para terça-feira (12), é previsto que as regiões central, leste, sul e sudoeste terão céu entre claro e parcialmente nublado. Durante a tarde, as regiões podem registrar névoa seca. A umidade relativa do máxima chega a 75%, enquanto a mínima varia de 35% a 30%.

As temperaturas oscilam entre 22ºC e 33ºC em Campo Grande, mas atingem os 35ºC no Bolsão (onde está Três Lagoas) e 36ºC no sul e sudoeste –Ponta Porã, Dourados e Naviraí, entre outras.

No Pantanal, onde o calor pode chegar a 36ºC, há previsão de céu nublado à tarde, com chuvas em áreas isoladas. Com isso, a umidade vai de 85% a 40% na região. No centro norte (que abrange cidades como Rio Verde, Camapuã e Coxim), também pode chover em pontos isolados à tarde, e os termômetros vão de 21ºC a 34ºC. A umidade do ar oscila de 90% a 35% na região.

Cruzamento da Avenida Rachid Neder durante temporal que atingiu Campo Grande em 29 de novembro; dezembro de contraste tem sido seco na Capital. (Foto: Direto das Ruas)Cruzamento da Avenida Rachid Neder durante temporal que atingiu Campo Grande em 29 de novembro; dezembro de contraste tem sido seco na Capital. (Foto: Direto das Ruas)

Demais dias – Na quarta-feira (12), podem ocorrer chuvas isoladas no noroeste e norte; enquanto as demais regiões terão céu entre parcialmente nublado e claro, novamente com baixa umidade do ar (que vai de 90% a 30% pelo Estado). As temperaturas variam de 21ºC a 36ºC.

Também podem ocorrer chuvas isoladas na Capital, onde os termômetros vão de 23ºC a 32ºC e a umidade oscila de 70% a 40%, também de acordo com o Inmet. Na quinta, a chuva fraca deve cair na Capital no fim do dia, atenuando os índices de umidade (ainda na casa dos 40%). A temperatura máxima deve chegar aos 31ºC.

Apenas o sul, sudeste e centro-leste do Estado não deve registrar chuvas na quinta-feira, com a máxima no Estado chegando aos 37ºC e a umidade baixando a até 25%.

Já para sexta-feira espera-se dia claro a parcialmente nublado com chuva isolada, com exceção do sul e do sudoeste. O Estado terá calor de 36ºC de acordo com a meteorologia e umidade entre 95% e 35%.

Na Capital, o céu fica entre claro e parcialmente nublado, também com chuvas isoladas e umidade de 80% a 40% no período.

Costa Rica registrou temporal na semana passada. (Foto: Divulgação/PMCR)Costa Rica registrou temporal na semana passada. (Foto: Divulgação/PMCR)

Dez dias – Informações compiladas pelo Coclimet (Centro-Oeste Climatologia) destacam que os dez primeiros dias de novembro foram de calor e pouca chuva em Campo Grande, contrastando com as chuvas intensas em outubro e novembro. O Inmet apontou a última chuva significativa em 30 de novembro, com 30 milímetros acumulados –no dia anterior, um temporal durante a tarde causou transtornos na Capital.

No início deste mês, a chegada de uma massa de ar seco estacionou sobre boa parte do Estado –apenas no norte e nordeste houve chuvas significativas, caso dos temporais que castigaram Costa Rica e Chapadão do Sul.

Enquanto as temperaturas se mantiveram estáveis, entre 28ºC e 33ºC, a umidade do ar registrou queda considerável entre o dia 1º, quando chegou a 58%, a 23% no sábado (8). No domingo (9), atingiu 32% e, nesta segunda, já marcou 48%. Ao mesmo tempo, não houve chuva significativa –os índices foram inferiores a 2 milímetros.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) considera satisfatórios para as boas condições de saúde humana índices de umidade do ar superiores a 60%. Abaixo do percentual, problemas respiratórios e de pele são mais comuns, não sendo recomendadas atividades ao ar livre. O risco de incêndios em matas também é maior.

A chegada da massa de ar seco também não veio acompanhada de quedas nas temperaturas, embora algumas regiões tenham registrado mínimas próximas a 15ºC, ante registros de 20ºC a 22ºC em anos anteriores.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions