ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 26º

Meio Ambiente

Meteorologia mantêm previsão de chuva para todo MS nesta quinta-feira

Estimativa é do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima, que ainda prevê máxima de 34ºC para hoje

Por Ana Oshiro | 18/03/2021 06:06
Capital amanheceu com céu nublado nesta quinta (Foto: Henrique Kawaminami)
Capital amanheceu com céu nublado nesta quinta (Foto: Henrique Kawaminami)

De acordo com o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima) a quinta-feira (18) terá pancadas de chuva em todo Estado. O aviso do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) para chuvas intensas continua mantido até às 10h de hoje, podendo ser renovado a qualquer momento.

Na Capital o dia amanheceu nublado, pode chover fraco e de forma isolada pela manhã, com pancadas que podem ser mais intensas a partir da tarde e que podem vir acompanhadas de raios e ventos. As temperaturas em Campo Grande variam entre 21°C a 30°C na Capital.

A organização das chuvas melhora os índices de umidade relativa do ar que poder variar entre 100% a 60% ao longo do dia. Os termômetros devem registrar temperaturas entre 19°C a 34°C no Estado.

Cemtec prevê chuva para todo MS (Foto: Cemtec MS)
Cemtec prevê chuva para todo MS (Foto: Cemtec MS)

Segundo o Cemtec, estas condições estão associadas a um sistema de baixa pressão que atua na costa do Rio Grande do Sul (RS). "Este sistema forma uma frente fria entre a noite da quarta e madrugada de quinta-feira. Há condições para chuva forte e raios entre o RS, passando pelo interior de SC, do PR até o sul de MS", destaca a coordenadora do Cemtec, Franciane Rodrigues.

Mato Grosso do Sul registra chuvas abaixo da média para março. Dados coletados nas 25 estações do Cemtec MS para a primeira quinzena do mês mostra que até o momento choveu apenas 44% do acumulado esperado para o mês. O esperado era de 3684,7 mm e o volume registrado é de 1626,5 mm.

Campo Grande já conta com aproximadamente 58% do esperado para o mês de 151,5mm. Por outro lado, três municípios sul-mato-grossenses estão acima da média: Itaquiraí (83,4%), Aral Moreira (06,6%) e Ivinhema (04,6%).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário