ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  19    CAMPO GRANDE 31º

Meio Ambiente

Natureza mostra força e ipê "mutilado" volta a crescer

Por Elverson Cardozo | 08/12/2012 08:46
Brotos recentes mostra que a natureza começou a reagir. (Foto: Rodrigo Pazinato)
Brotos recentes mostra que a natureza começou a reagir. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A resposta demorou algumas semanas, mas a natureza mostrou que ainda tem força para se reerguer diante  de qualquer ataque. Na rotatória da avenida Mato Grosso com a Via Parque, em Campo Grande, o ipê que gerou polêmica nas redes sociais, após ter sido mutilado, começa a se regenerar.

A suspeita é de que o corte radical foi feito para dar visibilidade a um painel eletrônico de publicidade. Mas o verde surge novamente. Os galhos ainda estão pequenos, mas os novos brotos já nasceram e, aos poucos, vão preenchendo a árvore que, por sorte, não foi retirada pela raiz.

Como as notícias que são esquecidas à medida que novos acontecimentos surgem, na correria do dia a dia as sutilezas da natureza passam ainda mais despercebidas. Apenas os mais atentos conseguem notar.

Funcionário do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), Denis Guedes Soares, de 27 anos, percebeu a diferença dentro do carro, a caminho do trabalho. “Parado na Mato Grosso eu vi que o objeto da discussão estava ali, tentando lutar pela vida”, disse.

Para o assessor, que trabalha no gabinete de um desembargador, as novas folhas demonstram a luta pela vida que o ipê está traçando. Situação que, para ele, deveria servir de reflexão à sociedade.

“Vamos olhar essa atitude do ipê se regenerar como positiva para o meio ambiente. Aproveitar o momento, já que houve tanta discussão, para sensibilizar as pessoas a plantarem árvores”, afirmou.

Galhos ainda estão podados. (Foto: Rodrigo Pazinato)
Galhos ainda estão podados. (Foto: Rodrigo Pazinato)

As discussões em cima do ato foram louváveis, mas é preciso ir além, pensar em soluções porntuou o assessor. “As pessoas ficam baseadas nas polêmicas”, justificou.

Polêmica – A poda do ipê veio à tona no mês passado, após polêmica nas redes sociais. Internautas postaram fotos da árvore antes da poda, mostrando que os galhos atrapalhavam a visão do painel eletrônico e, depois, com o corte da árvore e equipamento à mostra.

A repercussão foi tanta que extrapolou as críticas descarregadas na internet. Uma placa de protesto foi colocada ao pé da árvore, mas foi retirada pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

Ipê fica na rotatória da avenida Mato Grosso com a Via Parque. (Foto: Rodrigo Pazinato)
Ipê fica na rotatória da avenida Mato Grosso com a Via Parque. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Investigação - A Polícia Civil, por meio da Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e Proteção aos Turistas) passou a investigar o caso.

Imagens feitas por câmeras do circuito de segurança de um prédio próximo ao local mostram um caminhão amarelo parado sobre a rotatória por vários minutos. Na sequência, o veículo sai carregado com os galhos podados do ipê. O registro, cedido à polícia, é do dia da ação.

Três testemunhas que viram o corte da árvore foram ouvidas, mas nenhum suspeito apontado como responsável pela ação foi identificado até agora.

Ainda não está confirmada a suspeita de que o corte tenha ocorrido para dar visibilidade ao painel de LED instalado em frente à rotatória. O proprietário da empresa Led’s Mídia, dona do equipamento, nega que tenha sido responsável pelo procedimento.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário