A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017

17/08/2017 11:25

Novela encerrada: depois de 9 dias, família "se livra" de quati agressivo

Paulo Nonato de Souza
Polícia Militar Ambiental resgatou o quati que estava em árvore no bairro Santo Antônio (Foto:  Marcos Ermínio)Polícia Militar Ambiental resgatou o quati que estava em árvore no bairro Santo Antônio (Foto: Marcos Ermínio)

Enfim, o alívio e a liberdade de caminhar pelo pátio da própria casa. Este é o sentimento de um casal de idosos, a Dona Ilda, de 85 anos, e seu marido de 90 anos, depois que a Polícia Militar Ambiental resgatou, no final da tarde desta quarta-feira, 16, um quati acampado havia nove dias em uma árvore no quintal da residência no bairro Santo Antônio, em Campo Grande.

O casal estava ilhado dentro de casa com medo do quati. “O bicho tava nervoso e atacou os cachorros dos vizinhos”, contou a filha, Iraci Neres de Oliveira Pinto, em entrevista ao Campo Grande News nesta quinta-feira.

“Minha mãe usa andador para caminhar e precisa se movimentar, e o meu pai tem problema de asma e precisa respirar ar puro, mas os dois não podiam mais sair de dentro de casa com medo da reação do quati”, comentou ela.

Na Policia Militar Ambiental, a informação é de que se trata de um quati macho e foi removido para o CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestre) para avaliação se não está machucado antes de ser devolvido ao seu habitat natural.

“Campo Grande tem quati em todas as partes da cidade, não apenas no Parque dos Poderes e no Parque das Nações Indígenas como muita gente pensa, e esse quati deve ter entrado em confronto com outro macho do bando, por conta disso se desgarrou e ficou perdido”, disse o policial ambiental que atendeu a nossa reportagem.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions