ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUARTA  15    CAMPO GRANDE 18º

Meio Ambiente

PMA faz a maior apreensão de lenha ilegal em MS e aplica multa de R$ 195 mil

Por Ricardo Campos Jr. | 14/04/2011 11:40

Foram 325 metros cúbicos, suficiente para carregar 20 caminhões

Dono da propriedade foi indiciado por crime ambiental. (Foto: divulgação/PMA)
Dono da propriedade foi indiciado por crime ambiental. (Foto: divulgação/PMA)

Quantidade de lenha suficiente para lotar 20 caminhões foi apreendida ontem pela PMA (Polícia Militar Ambiental), ocorrência que é tratada como a maior apreensão de madeira ilegal em Mato Grosso do Sul. O flagrante aconteceu em uma fazenda na cidade de Naviraí, localizada a 366 quilômetros de Campo Grande.

Segundo informações da Polícia Ambiental, o dono da propriedade recebeu multa de R$ 195 mil reais, foi indiciado por crime ambiental e, se for condenado, poderá pegar de 6 meses a 1 ano de prisão.

Foram contabilizados 650 estéreos (medida utilizada para quantificar a madeira), o que corresponde a 325 metros cúbicos do material, que estava todo empilhado na propriedade.

De acordo com a PMA é bastante incomum fazer apreensões de grande porte de lenha. A última que se tem conhecimento aconteceu na cidade de Figueirão, onde foram encontrados 102 estéreos, o que correspondeu a 51 metros cúbicos.

As apreensões mais comuns, feitas durante operações de fiscalização, giram em torno de 15 metros cúbicos, como aconteceu ontem em um assentamento na cidade de Bataguassu, onde foram localizados 6 m³ já carregados em um caminhão e outros 7 armazenados na propriedade.

O responsável foi um carvoeiro morador da cidade que recebeu R$ 7.800 de multa de pode pegar até 1 ano de prisão se for condenado.