ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 13º

Meio Ambiente

Previsões indicam que primavera será de chuva e altas temperaturas em MS

Máxima pode passar dos 39°C em algumas regiões do Estado

Izabela Cavalcanti | 19/09/2022 09:22
Ipê rosa, em Campo Grande, no período de Primavera. (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)
Ipê rosa, em Campo Grande, no período de Primavera. (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)

A Primavera, que começa dia 22 de setembro, deve ser de chuva e altas temperaturas, em Mato Grosso do Sul. É o que prevê o prognóstico da estação, divulgado pelo meteorologista Natálio Abrahão.

O levantamento mostra que outubro deverá ser o mês mais quente do ano, podendo ultrapassar 39°C nas regiões Leste e Oeste de Mato Grosso do Sul. Na região Norte, as temperaturas máximas pode chegar a 38°C.

Na região Centro, as máximas esperadas são de 35°C, em outubro; 34°C em novembro; e 33°C em dezembro. No Sul, é esperado 34°C, em outubro, e 33°C em novembro e dezembro; Leste 40°C, 39°C e 37°C, respectivamente; Norte 40°C, 40°C e 38°C; Oeste 41°C, 39°C e 37°C; Sudeste 36°C, 35°C e 34°C; e no Sudoeste, é esperado 36°C em outubro, 34°C em novembro, e 33°C em dezembro.

“Devido ao aumento do calor e da umidade, as nuvens de trovoadas se intensificam gradativamente no decorrer do dia em toda a estação, as pancadas de chuva são violentas e causam com frequência enchentes e inundações”, diz parte do prognóstico.

De acordo com o meteorologista, o início das chuvas mais regulares começa na segunda quinzena de outubro. Será registrado chuva em todo o Centro-Sul, Sudoeste e Sudeste.  A região Norte, Leste e Oeste e parte do Nordeste deve ficar abaixo das medias para o Estado.

Em novembro, há chances de enchentes. As chuvas podem ficar acima das médias nas regiões, Central, Sul e Sudoeste, e dentro das médias nas regiões Norte, Nordeste e Oeste do Estado.

O extremo Sul pode apresentar volumes na média no entre outubro e novembro, nos municípios de Maracaju, Dourados, Bonito, jardim, Ponta Porã, Amambai e Sete Quedas. Em dezembro, as chuvas em Mato Grosso do Sul serão mais regulares e dentro do esperado.

As rajadas de ventos podem ser superiores a 60 km/h, em Mato Grosso do Sul, principalmente no mês de outubro e parte de novembro.

“A chegada de frentes associadas aos ventos fortes pode trazer também, descargas elétricas, trovoadas e pancadas de chuva associados ao granizo nesses dois primeiros meses da estação.  É normal esses eventos no fim de tarde, começo da noite e madrugadas”, destaca Abrahão.

Em relação a baixa umidade, não é de se esperar valores mínimos abaixo dos 20%. No entanto, pode ocorrer ocasionalmente nas regiões Leste e Norte, entre setembro e outubro.

La Niña – Segundo a OMM (Organização Meteorológica Mundial), há chances de enfrentar um “episódio triplo” da La Niña.

O fenômeno meteorológico acontece devido a queda na temperatura das águas na região dos mares do Equador, podendo causar tanto secas como chuvas intensas. Essa será a primeira vez nesse século que o “episódio triplo” acontecerá.

Nos siga no Google Notícias