A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

26/02/2018 13:15

Rio Miranda continua a subir e Imasul mantém estado de emergência

Rio subiu quase um metro desde quinta-feira e atingiu a marca de 7,49 metros de profundidade nesta segunda-feira

Humberto Marques
Rio Miranda atingiu 7,49 metros de altura nesta segunda-feira. (Foto: Imasul/Divulgação)Rio Miranda atingiu 7,49 metros de altura nesta segunda-feira. (Foto: Imasul/Divulgação)

A Sala de Situação do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) manteve a o alerta de estado de emergência para o rio Miranda, que continua subindo em virtude das chuvas intensas que atingiram Mato Grosso do Sul nas últimas semanas. Nesta segunda-feira (26), o nível das águas chegou a 7,49 metros –quase um metro acima do registrado na quinta (22), quando chegou a 6,62 metros e levou o Imasul a alertar para o risco de alagamentos.

O monitoramento do rio é constante, sobretudo por conta dos riscos que o nível das águas representa para populações ribeirinhas ou mesmo áreas urbanas. Na sexta-feira (23), como havia sido previsto, o rio Miranda continuou a subir, atingindo 7,15 metros; elevando-se na sequência a 7,41 metros e 7,49 metros.

A tendência, conforme a assessoria da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) é de que o rio continue subindo até esta terça (27), quando se espera redução dos efeitos das chuvas sobre a lâmina d’água. Contudo, caso as chuvas continuem, a alta deve permanecer nos próximos dias.

O Miranda recebe águas de alguns rios importantes da planície pantaneira, como o Aquidauana –cuja cheia na semana passada causou alagamentos na cidade de mesmo nome, em Anastácio e no distrito de Palmeiras, em Dois Irmãos do Buriti.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions