ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 20º

Meio Ambiente

Trio é autuado em R$ 4,5 mil após vídeo de caça com 3 animais silvestres mortos

Nas imagens, uma capivara, um javali e até um tatu-galinha, espécie em extinção, aparecem mortos

Por Liniker Ribeiro | 07/11/2019 14:37
Tatu-galinha, animal em extinção, morto por caçadores que filmaram resultado em vídeo postado na internet (Foto: Divulgação)
Tatu-galinha, animal em extinção, morto por caçadores que filmaram resultado em vídeo postado na internet (Foto: Divulgação)

Três pessoas foram autuadas pela PMA (Polícia Militar Ambiental) em R$ 4,5 mil após imagens em que aparecem ostentando a caça de três animais silvestres serem divulgadas na internet. O caso aconteceu nas proximidades do Distrito de Macaúbas, em Dourados, a 233 quilômetros da Capital.

A equipe conseguiu identificar os envolvidos por meio do vídeo publicado nas redes sociais. A pessoa que grava, além de mostrar o próprio rosto, revela o nome de outros dois que o acompanham.

A caça ilegal resultou na morte de uma capivara, um javali e, inclusive, um tatu-galinha, animal listado como espécie extinção. Conforme a PMA, o material chegou ao conhecimento da equipe por meio de denúncia.

Os policiais identificaram e localizaram os caçadores, que confirmaram a autoria do crime. O trio afirmou ainda, não ter feito uso de arma de fogo para abater os animais e que tudo teria acontecido há pelo cerca de duas semanas.

Os homens, de 33, 35 e 54 anos, foram autuados administrativamente e multados em R$ 1.500,00 cada um, totalizando R$ 4,5 mil. Eles responderão por crime ambiental de caça ilegal, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção, aumentada de meio ano, devido o tatu-galinha ser uma espécie em extinção.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário