A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/04/2013 14:50

“Acabou o complexo de vira-lata”, diz presidente Dilma

Carlos Martins
Presidente Dilma disse em Campo Grande que tem muita confiança que o Brasil vai continuar crescendo esse ano (Foto: João Garrigó)Presidente Dilma disse em Campo Grande que tem muita confiança que o Brasil vai continuar crescendo esse ano (Foto: João Garrigó)

Num discurso que durou aproximadamente 50 minutos, a presidente Dilma Rousseff aproveitar para passar uma mensagem de otimismo durante a entrega de 300 ônibus escolares em Campo Grande nesta segunda-feira. Ela recorreu a uma frase do jornalista, escritor e dramaturgo brasileiro Nelson Rodrigues após a derrota do Brasil na Copa do Mundo de 1950 para o Uruguai, em pleno Maracanã, disse que o Brasil sofria o complexo do vira-lata, por se sentir inferior. E tal sentimento apenas foi superado, pelo menos no terreno do futebol, em 1958 quando o Brasil conquistou seu primeiro título mundial contra a Suécia.

Para a presidente, aquele complexo, que poderia ser definido por pessimismo, expressado por aquela pessoa que sempre acha que tudo vai dar errado, que ele é menor, faz parte do passado. “Nos últimos dez anos nós enterremos o complexo de vira-lata. Vamos aproveitar, levantar bem o nariz e ter muito autoconfiança, porque nós somos de um país vencedor”, disse a presidente.

“Tenho muita confiança que esse ano o Brasil vai continuar crescendo e pode ter certeza”, discursou. Ela lembrou que o Brasil que o Brasil se prepara para sediar este ano a Copa das Confederações e daqui a um ano a Copa do Mundo 2014. “Copa é uma coisa importante, foi onde nós começamos a ganhar”, disse, citando Nelson Rodrigues que se tivesse nascido em um país de língua inglesa seria considerado gênio.

“Temos a obrigação de considerá-lo gênio, pois ele nasceu aqui. Ele fez uma Crônica em que dizia que o Brasil não podia ter complexo de vira-lata e que a equipe era boa, tecnicamente, taticamente, fisicamente, artisticamente, tanto é que venceu a copa”, recordou. Ela disse que o Brasil, além de ganhar mostrando um futebol fantástico, tem mostrado ser capaz de distribuir renda e ainda ao longo dos últimos anos criou uma reserva de US$ 378 bilhões. “O Brasil é um País que tem uma força própria, País estável que controla sua inflação, que tem menor taxa de desemprego, se for olhar um recorde não só do Brasil, mas internacional.

“Se uma equipe entra para jogar com o nome Brasil, com um fundo musical do Hino Nacional, então ela é a pátria de chuteiras. Queria dizer para vocês que nós, Governo Federal, o governador, prefeitos, empresários, trabalhadores, sociedade, entramos para jogar com o nome Brasil, com o som e fundo musical do Hino Nacional. Não tem quem nos derrote se não acharmos nós que já estamos derrotados. Não tem quem nos derrote”, finalizou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions