A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

22/10/2013 13:02

“Aliança do PSDB com PT seria uma exceção”, diz Márcio Monteiro

Leonardo Rocha
Deputado reconheceu proximidade entre Reinaldo e Delcídio (Foto: Arquivo)Deputado reconheceu proximidade entre Reinaldo e Delcídio (Foto: Arquivo)

O presidente estadual do PSDB, o deputado Márcio Monteiro, reconheceu que o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) está bem próximo do senador Delcídio do Amaral (PT) e que uma aliança entre os dois partidos aqui em Mato Grosso do Sul seria uma exceção.

“Existe uma disposição e uma conversa maior com Delcídio, não há como negar, já houve várias exceções no país em relação a alianças entre PT e PSDB e poderemos ter uma aqui em Mato Grosso do Sul”, descreveu ele.

O deputado estadual Rinaldo Modesto (PSDB) destacou que existem várias divergências entre os partidos, mas que Delcídio não é da ala “radical” do PT e que sua postura mais aberta ao diálogo pode facilitar esta parceria. “Não há como negar que estamos mais perto do senador do que do PMDB”, indicou.

Aliança – Já o deputado estadual Cabo Almi (PT) ponderou que existem políticas nacionais que separam as duas legendas, mas que resta a Delcídio conversar com todos e formar seu arco de alianças, assim como o PMDB já está fazendo. “Ficou nítido que o PMDB já se aproximou do PR, PDT, PSD e até PSB, o Delcídio também precisa correr atrás e ele já sinalizou que pretende contar com Azambuja”.

Veto – Amarildo Cruz definiu esta situação como “complicada” lembrando que o PT e a própria presidente Dilma Rousseff (PT) poderia vetar esta parceria, já que o partido poderia ajudar a eleger um senador de oposição. “A direção nacional pode travar e não aceitar este quadro político. Fica o dilema do PT fazer uma aliança ilegal com o PSDB ou imoral com o PMDB”, apontou ele.

Incoerência – Em relação a declaração do governador André Puccinelli (PMDB) que definiu como “incoerência” a aliança entre PT e PSDB, os deputados de ambos os partidos se defenderam. “Não vejo desta forma todo mundo conversa com todo mundo”, diz Almi.

Já Monteiro ponderou que com o tempo as diferenças entre os partidos diminuíram, assim como os políticos evoluíram e tiveram avanços. “Sempre estivemos em lados opostos, mas não há nada tão forte que não haja entendimento.

Rinaldo foi mais enfático e destacou que este confronto entre PSDB e PT tem impacto a nível nacional e que no Estado a principal rivalidade está entre PMDB e PT. “Eles chegaram a cogitar uma parceria, esta sim talvez fosse incoerente pelos diversos conflitos nos últimos anos”.




sou correlegionário do PT, e concordo com a aliança entre PT e PSDB,com delcidio ao governo e azambuja ao senado,afinal, competência os dois tem de sobra, e os interesses do nosso estado esta acima de qualquer vaidade partidária.
 
Osvaldo willian da silva em 22/10/2013 15:17:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions