A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

22/08/2017 14:28

"Aprendi muito com ele em toda a minha vida", diz ex-prefeito sobre Pedrossian

Levy Dias foi chefe do Executivo municipal de 1980 a 1982

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Ex-prefeito da Capital, Levy Dias. (Foto: Leonardo Rocha).Ex-prefeito da Capital, Levy Dias. (Foto: Leonardo Rocha).

Visão de futuro, capacidade de planejamento "fora do normal" e carisma. Assim descreve o ex-prefeito de Campo Grande, Levy Dias (1980 a 1982), o ex-governador de Mato Grosso do Sul, Pedro Pedrossian, que faleceu na madrugada desta terça-feria, dia 22.

Dias lembra da trajetória de ambos no que classifica como parceria de "quase meio século". "Começamos na campanha para governador em 1965, ele candidato a governo e eu presidente da UCE (União Campo Grandense de Estudantes)".

Para o ex-prefeito, Pedrossian, que morreu aos 89 anos deixando um legado de obras emblemáticas e fundamentais para o Estado, é o maior governador que MS teve. Trazendo para cá desenvolvimento em várias áreas, como educação, saúde, esporte, cultura e infraestrutura.

"Em carisma, não conheci outro igual", rememora. A capacidade de planejamento do ex-governador também é ponto que saltava aos olhos. "Aprendi muito com ele durante toda a minha vida".

Nesta manhã e começo da tarde, o velório ocorre no Centro de Convenções, no Parque dos Poderes, em Campo Grande, outra obra construída pelo ex-chefe do Executivo estadual. Às 17 horas, o corpo vai ser sepultado no Parque das Primaveras.

História - Pedrossian foi governador por três vezes, de 1966 e 1971. Em 1980, foi nomeado para comandar Mato Grosso do Sul, posto que retomou em 1991, quando foi eleito nas urnas.

Pela manhã, diversos políticos, como ex-prefeito da Capital, Nelson Trad Filho (PTB), além do ex-secretários de Governo de Pedrossian passaram pelo velório. Por volta das 12h30, deputados estaduais foram ao local. Familiares permanecem no Centro de Convenções. 

O atual governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), deve ir por volta das 14h30, acompanhado do chefe do Executivo estadual, Pedro Taques (PSDB), que veio do estado vizinho para acompanhar o velório e sepultamento.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions