A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

18/05/2016 12:54

"Caravana ficará na Capital até quando precisar", anuncia Reinaldo

Carretas do projeto seguirão para o Hospital Regional em junho

Alberto Dias e Leonardo Rocha
Caravana da Saúde já realizou mais de 50 mil atendimentos em Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)Caravana da Saúde já realizou mais de 50 mil atendimentos em Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)

Frente à grande demanda de pacientes que lotam o pavilhão Albano Franco desde o dia 10 de maio, a Caravana da Saúde será estendida em Campo Grande. O anúncio foi feito esta manhã pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que reiterou a meta de zerar as filas por consultas, exames e cirurgias na Capital. "Nossa previsão era ficar aqui no pavilhão até 3 de junho, mas quando o evento terminar toda a estrutura de carretas e atendimentos será levada para o anexo do Hospital Regional e ficará lá até quando precisar", declarou.

Conforme Azambuja, serão investidos mais R$ 3 milhões para ampliar o tempo da Caravana em Campo Grande, totalizando R$ 22 milhões aplicados na 11a edição do que define como "o maior projeto de saúde pública da história de Mato Grosso do Sul". No HR devem prosseguir as consultas, cirurgias de catarata e exames como colonoscopia, tomografia, ressonância magnética, entre outros. "Vamos expandir os exames e atendimentos que já deveriam ter sido feitos nos postos de saúde", acrescentou, lembrando que até o final do mês a caravana deve contabilizar 12 mil exames realizados.

A iniciativa do Governo do Estado atende o pedido dos 21 vereadores que compareceram à Caravana nesta quarta-feira (18) para solicitar a extensão do projeto, que acontece de 10 a 29 de maio no centro de eventos localizado na avenida Mato Grosso. Na ocasião, o presidente da Câmara Municipal , vereador João Rocha (PSDB) elogiou a iniciativa, lembrando ao governador que “a saúde é um dos pontos mais críticos da cidade" e constitui a principal reclamação ouvida pelos parlamentares na casa de leis.

Reinado Azambuja acrescentou ainda que estão mantidas as cinco mil cirurgias eletivas que serão realizadas até julho. "Todos serão atendidos. Ninguém precisa se preocupar com as filas ou ter pressa. O atendimento será ampliado justamente para que ninguém fique de fora", finalizou o tucano. Até o momento, o projeto já realizou mais de 50 mil atendimentos em Campo Grande, incluindo mais de três mil cirurgias para retirada de cataratas. Nos finais de semana os atendimentos são estendidos para outras 11 especialidades além da oftalmologia.

Ninguém ficará sem atendimento, garantiu  Azambuja esta manhã no Albano Franco. (Foto: Marcos Ermínio)"Ninguém ficará sem atendimento", garantiu Azambuja esta manhã no Albano Franco. (Foto: Marcos Ermínio)


Outros investimentos - Durante o encontro com os vereadores, o governador garantiu outros investimentos que serão destinados à recuperação de vias públicas e também na segurança. Segundo ele, começará nos próximos dias a obra de duplicação da Avenida Euler de Azevedo e também a pavimentação de ruas do núcleo empresarial da região norte. Por fim, Azambuja afirmou que 300 policiais militares de reservas retornarão aos seus postos para reforçar a segurança pública em Campo Grande.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions