A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Março de 2019

01/01/2019 16:46

“É possível sonhar com tempos melhores”, diz Reinaldo em discurso de posse

Governador reeleito agradece confiança da população e assume novo mandato garantindo manter rigor e austeridade

Humberto Marques e Leonardo Rocha
Reinaldo discursou na Assembleia durante solenidade de posse para seu segundo mandato. (Foto: Henrique Kawaminami)Reinaldo discursou na Assembleia durante solenidade de posse para seu segundo mandato. (Foto: Henrique Kawaminami)

O governador reeleito, Reinaldo Azambuja (PSDB), foi empossado há pouco para seu segundo mandato durante solenidade encerrada na Assembleia Legislativa. Em discurso, no qual disse “celebrar a democracia” a partir do resultado vindo das urnas em outubro de 2018, agradeceu ao apoio da população e dos poderes, reiterou a confiança na melhora do cenário econômico e garantiu manter na administração valores como “rigor e austeridade”. Ele também fez acenos ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), também empossado nesta tarde.

A solenidade teve início às 15h, na Assembleia, onde forma seguidos protocolos como o juramento e o ato de posse, conduzidos pela Mesa Diretora da Casa. Em pronunciamento, Reinaldo disse “celebrar a democracia” depois de um grande debate durante a campanha eleitoral, apontando que a “decisão soberana do povo” lhe conduziu ao novo mandato, agradecendo à população. Na sequência, rememorou ter realizado “reformas e ajustes essenciais” que o Estado necessitava.

“A intenção é melhorar a qualidade do serviço público, tendo um modelo de gestão mais enxuto e transparante, que possa gastar menos e melhorar a vida das pessoas”, afirmou Reinaldo, apontando que seu primeiro mandato foi de uma “gestão muito responsável”, a qual atribuiu, também, ao apoio dos poderes, “que entenderam as dificuldades que estávamos passando”.

O governador reeleito destacou, ainda, que o foco “sempre foram os resultados, mesmo sem ter medo do desgaste político das ações impopulares que tive de tomar” –que incluíram, por exemplo, a reforma da previdência estadual. Reinaldo reiterou que os “valores” para o segundo mandato não mudam. “Vamos continuar com uma gestão com rigor e austeridade”.

Reinaldo reiterou fala dada momentos antes, em entrevista a jornalistas, de que acredita em um cenário econômico mais positivo daqui em diante para sua gestão e a de Bolsonaro –contraste com os quatro anos anteriores, onde uma crise fragilizou governos e a atividade empresarial. “É possível sonhar com dias melhores”, destacou.

Após solenidade, Reinaldo passou em revista à PM e seguiu para ato de posse dos secretários. (Foto: Kenrique Kawaminami)Após solenidade, Reinaldo passou em revista à PM e seguiu para ato de posse dos secretários. (Foto: Kenrique Kawaminami)

Objetivos – Para o próximo ciclo, o governador também destacou algumas das prioridades, como o foco na melhora da qualidade do ensino nas escolas, equipar e preparar a segurança pública “para enfrentar o crime organizado”, requalificar a mão de obra “diante das novas tecnologias, principalmente no setor produtivo”, e a adoção de políticas de incentivo para aumentar o número de empregos.

Reinaldo também acenou para uma rediscussão sobre o papel do Estado frente à prestação de serviços públicos. “As concessões são bem-vindas, principalmente em áreas como infraestrutura, logística, habitação e saneamento, que precisam de investimentos maiores”.

Após a solenidade, Reinaldo passou em revista às tropas da Polícia Militar, em frente ao Palácio Guaicurus, e seguiu para a cerimônia de posse dos secretários –marcada para as 17h no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo.

A primeira-dama, Fátima Azambuja, e a mãe de Reinaldo, Zulmira Azambuja, acompanharam o governador no ato. Também estiveram na solenidade na Assembleia o prefeito Marquinhos Trad (PSD), o senador eleito Nelsinho Trad (PSD), a ex-vice-governadora e deputada federal eleita Rose Modesto (PSDB), os deputados estaduais Herculano Borges (SD), Rinaldo Modesto (PSDB), João Grandao (PT), Paulo Corrêa (PSDB), Enelvo Felini (PSDB), Mauricio Picarelli (PSDB), Cabo Almi (PT), Lidio Lopes (Patri) e Junior Mochi (MDB, presidente da Assembleia); e os novos parlamentares estaduais –Joao Henrique Catan (PR), Antonio Vaz (PRB), Gerson Claro (Progressistas) e Evander Vendramini (Progressistas).

Os secretários do novo mandato, que serão empossados daqui a pouco, também participaram do ato – Eduardo Riedel (Governo), Carlos Assis (assessor especial), Sergio de Paula (assessor especial), Elisa Cleia (Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho), Antonio Carlos Videira (Justiça e Segurança Pública), Jaime Verruck (Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico), Maria Cecilia Amendola (Educação), Geraldo Resende (Saúde) e Felipe Mattos (Fazenda).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions