A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 24 de Abril de 2018

25/03/2018 11:56

“Enquanto os cães ladram, a caravana passa”, rebate Marun ao ser vaiado

O ministro terminou o discurso enfatizando que é uma pessoa agradecida e gritando viva Mato Grosso do Sul, viva Campo Grande, viva o presidente da república

Viviane Oliveira e Geisy Garnes
Marun, durante discurso na inauguração do Hospital do Trauma, em Campo Grande (Foto: Saul Schramm)Marun, durante discurso na inauguração do Hospital do Trauma, em Campo Grande (Foto: Saul Schramm)

Ao subir no palanque para discursar durante inauguração do Hospital do Trauma nesta manhã (25), o ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun (MDB), foi vaiado por um grupo na plateia.

O representante do governo federal respondeu “na lata”. Ele começou o discurso dizendo que não tinha medo de vaia. “As vaias não me atingem. Estou aqui fazendo um bem tão grande a Mato Grosso do Sul. A inauguração desse hospital é muito importante. Enquanto os cães ladram, a caravana passa”, rebateu as críticas com o ditado árabe.

Marun completou afirmando que não é candidato a eleições deste ano, mesmo obstinado como primeiro colocado nas pesquisas eleitorais. “Falaram que Marun estava morto, mas depois de 16 anos, o presidente da república, Michel Temer (MDB), homenageou Mato Grosso do Sul ao me nomear como ministro. Mortos estão “eles” de inveja”, enfatizou ao apontar para as pessoas que o ofendiam. 

O ministro terminou o discurso dizendo que é uma pessoa agradecida e gritando “viva Mato Grosso do Sul, viva Campo Grande, viva o presidente da república”. 

Ao contrário do grupo que vaiou o ministro, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) elogiou Carlos Marun e o agradeceu pela parceria e empenho em ajudar a liberar recursos para a área de saúde e para outros setores do Estado.

Com 100 leitos de internação, o hospital foi construído em anexo à Santa Casa de Campo Grande. A unidade fará atendimento de média e alta complexidade em ortopedia, voltado a pacientes politraumatizados, especialmente vítimas de acidentes de trânsito. A estimativa é que a unidade comece a funcionar em maio.



Temos que entender o Marun.
Ele é simplesmente um imbecil.
Um serviçal.
 
Critico em 25/03/2018 19:23:04
ENQUANTO OS CÃES LADRAM, A CARAVANA PASSA!, o que ele quis dizer foi simples
Não adianta o povo gritar, eles continuarão a fazer as mesmas coisas!!!
 
Carlos Arantes em 25/03/2018 13:16:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions