A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Abril de 2018

01/05/2017 09:37

“Fico triste com a retirada de direitos”, diz prefeito sobre reforma trabalhista

Aline dos Santos e Marcus Moura
Marquinhos Trad participou de passe ciclístico neste feriado. (Foto: Marcos Ermínio)Marquinhos Trad participou de passe ciclístico neste feriado. (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), avalia que a reforma trabalhista pode trazer benefício para o trabalhador a longo prazo, mas lamenta a perda de direitos.

“É uma coisa que vai beneficiar o trabalhador a longo prazo e espero que isso realmente aconteça. Mas fico triste com a retirada dos direitos conquistados ao longo dos anos e que são direitos básicos e essenciais”, diz o prefeito.

Neste feriado, o prefeito participou de passeio ciclístico em homenagem aos trabalhadores. Em 2017, a data chega envolta na polêmica da reforma trabalhista. Na semana passada, a Câmara dos Deputados aprovou, em Brasília, o Projeto de Lei 6787/16, proposto pelo governo federal.

O texto altera a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) para prever, entre outras medidas, a prevalência do acordo sobre a lei, regras para o trabalho intermitente e o fim da contribuição sindical obrigatória e da ajuda do sindicato na rescisão trabalhista. O texto segue para o Senado.



Muito triste isso, eles os senhores deputados, não precisam desses direito nos quais a gente que trabalha por um salario precisa, eles tiram da gente para enfiar no bolso deles porque não aprovam leis mais regidas para prender bandidos e esses projetos de bandidos que roubam nossa casas, matam fazem o que quer, e ninguém faz nada porque não mudam essa lei e deixam a vida e os direitos dos trabalhadores em paz...é revoltante.
 
Silvia de Oliveira Mota em 02/05/2017 07:56:55
Quais?
 
Cid Castello em 01/05/2017 20:26:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions