A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

09/05/2017 18:16

"Não me sinto mais à vontade", diz peemedebista sobre saída da base aliada

Decisão vem depois de desentendimento com Beto Pereira (PSDB) na sessão desta terça-feira (9)

Lucas Junot
Paulo Siufi, que é autor do projeto que institui o piso do farmacêutico em MS (Foto: Victor Chileno/ALMS)Paulo Siufi, que é autor do projeto que institui o piso do farmacêutico em MS (Foto: Victor Chileno/ALMS)

Depois do desentendimento na sessão desta terça-feira (9) na Assembleia Legislativa com o colega Beto Pereira (PSDB), o deputado estadual Paulo Siufi (PMDB) cumpriu o prometido: foi até a Governadoria e comunicou formalmente que não faz mais parte da base aliada.

Nesta manhã, o plenário estava lotado de farmacêuticos, aguardando a votação do projeto de autoria de Siufi, que institui o piso salarial dos farmacêuticos de Mato Grosso do Sul.

O relator do projeto, deputado estadual e líder do PSDB na Assembleia, Beto Pereira, afirmou que, para votar hoje precisaria de seu parecer, mas o regimento dá o prazo de 48 horas para elaboração, o que gerou vaias do público e protelou a votação.

Siufi deixou a Assembleia junto com os farmacêuticos, afirmando que iria à Governadoria para comunicar a decisão ao governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB).

“Ele [Azambuja] não estava, mas falei com o subsecretário de Relações Institucionais da Segov (Secretaria de Governo e Gestão Estratégica), Alessandro Menezes. Disse a ele que não me sentia mais à vontade para compor a base e que estava seguindo meu caminho”, contou Siufi ao Campo Grande News.

Ainda de acordo com o parlamentar, a relação foi estremecida por acontecimentos do cotidiano. “O interesse de compor base eu tive porque meu partido estava na base, mas a partir de certas atitudes, toda ação tem uma reação. Base é para quem é aliado, quem não é aliado...”, analisa.

Conforme determinação do presidente da casa de leis, deputado Junior Mochi (PMDB), Beto recebeu prazo de 24 horas para emitir o parecer. Desta forma, a votação da matéria está prevista para a manhã de quarta-feira (10).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions