ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 22º

Política

"O PSDB é maior que Aécio", diz presidente estadual sobre julgamento do senador

STF julga hoje denúncia de corrupção e obstrução à justiça por parte do tucano

Mayara Bueno e Leonardo Rocha | 17/04/2018 11:04
Presidente do PSDB, Beto Pereira, na tribuna da Assembleia Legislativa de MS. (Foto: Victor Chileno/ALMS).
Presidente do PSDB, Beto Pereira, na tribuna da Assembleia Legislativa de MS. (Foto: Victor Chileno/ALMS).

O PSDB é "muito maior" que o senador Aécio Neves (PSDB, do MG), de acordo com o presidente estadual do partido, deputado Beto Pereira. Nesta terça-feira (dia 17), o STF (Supremo Tribunal Federal) julga a denúncia da PGR (Procuradoria-Geral da República) contra o parlamentar, acusado de de corrupção e obstrução à justiça.

Para Beto Pereira, qualquer que seja o resultado do julgamento ou dos desdobramentos, as campanhas eleitorais não serão afetadas. "O PSDB é muito maior que o Aécio. Uma pessoa ou nome não vão prejudicar e nem trazer celeuma, nem manchar a imagem do partido", declarou.

Caso a denúncia seja aceita nesta tarde, o senador se tornará réu pela primeira vez e passará a responder pelos crimes a ale atribuídos. A acusação é de que o tucano recebeu R$ 2 milhões de Joesley Batista (um dos donos da JBS) a título de propina.

Já o tucano afirma que precisava de dinheiro para pagamento de advogados e que negociou um apartamento de sua mãe com o empresário.

O principal problema apontado pela defesa de Aécio é a participação de Marcello Miller, ex-procurador, nas negociações que culminaram na delação premiada de Joesley.

Nos siga no Google Notícias