A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Abril de 2018

15/02/2018 09:29

“PSDB terá candidato ao governo do Estado”, admite Reinaldo Azambuja

Governador reforça que está focado na administração, deixando para o partido definições sobre a disputa eleitoral. Porém, garante um nome tucano na disputa

Humberto Marques e Mayara Bueno
Reinaldo garante que PSDB terá candidato ao governo e descarta WO na disputa. (Foto: Marcos Ermínio)Reinaldo garante que PSDB terá candidato ao governo e descarta "WO" na disputa. (Foto: Marcos Ermínio)

Ainda sem se confirmar como candidato à reeleição nas eleições deste ano –embora seja esta a tendência dentro do PSDB–, o governador Reinaldo Azambuja confirmou na manhã desta quinta-feira (15) que o partido terá candidato próprio ao Executivo estadual nas eleições deste ano. Contudo, ele reforçou que as discussões sobre o processo eleitoral seguem sob a responsabilidade da cúpula estadual tucana.

“É o partido que vai definir, mas o PSDB terá candidato ao governo do Estado”, afirmou Reinaldo, após a entrega de uniformes para alunos da rede estadual de ensino, na Escola Lino Villachá, no Nova Lima, em Campo Grande. As agendas da gestão foram novamente destacadas pelo governador como sua prioridade no momento. “O foco é na gestão e nas entregas à população”.

Ainda segundo Reinaldo, “o governo continua trabalhando e o partido construindo a discussão sobre a eleição. Tenho certeza de que o PSDB está construindo o que entende ser mais viável”.

Composição – O tucano também foi questionado a respeito das possibilidades de alianças para as eleições deste ano, envolvendo, por exemplo, um amplo entendimento entre partidos que, até o momento, anunciaram estar na disputa. O ex-governador André Puccinelli, nome do MDB para a disputa, disse recentemente desejar uma chapa dos sonhos, onde ele teria o juiz federal Odilon de Oliveira (PDT) como vice e Reinaldo como candidato ao Senado.

O fato foi rechaçado pela liderança tucana. “Acho que o ex-governador está querendo ganhara eleição por WO, com uma aliança que elimine a chance de disputa. Até agradeço o convite, mas de forma alguma aceitaria”, declarou Reinaldo, que espera ter Puccinelli na disputa pelo governo, para dar “oportunidade de o povo escolher quem entende melhor. Temos de ganhar disputando”.

Senado – Um dos três pré-candidatos ao Senado pelo PSDB, o secretário Eduardo Riedel (Governo e Relações Institucionais) reforçou que os entendimentos internos na legenda sobre a vaga continuam, envolvendo o também secretário Marcelo Miglioli (Infraestrutura) e o deputado federal Geraldo Resende. A coordenação do debate, segundo ele, segue nas mãos do presidente regional, o deputado estadual Beto Pereira.

Riedel afirmou que a legenda segue interessada em alianças para a disputa eleitoral, “mas a intenção é de que o PSDB tenha seu próprio candidato ao Senado”. A vaga foi colocada como um dos atrativos para potenciais aliados –neste ano, há duas cadeiras em disputa no parlamento.

Conforme o secretário de Governo, há a possibilidade de uma vaga ser cedida.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions