A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

26/10/2014 09:05

Puccinelli diz que pretende abrir orçamento a mudanças do sucessor

Aline dos Santos
Ao lado da esposa, Puccinelli foi a pé para local de votação. (Foto: Alcides Neto)Ao lado da esposa, Puccinelli foi a pé para local de votação. (Foto: Alcides Neto)

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou que pode abrir até o orçamento para o seu sucessor. Neste domingo, os eleitores sul-mato-grossense vão escolher entre Delcídio Amaral (PT) e Reinado Azambuja (PSDB) para ser o novo governador.

De acordo com Puccinelli, a atual gestão vai abrir as secretarias, apresentar os projetos em andamento e, caso seja viável, alterar até a peça orçamentária, que já tramita na Assembleia Legislativa, para atender o futuro governador.

“Não tem problema”, disse hoje, logo após votar na escola estadual Lúcia Martins Coelho, em Campo Grande.

Depois de apoiar Nelsinho Trad (PMDB) no primeiro turno, Puccinelli se declarou neutro nesta nova etapa eleitoral. “A relação com todos é de forma tranquila”, afirma. Já os prefeitos do PMDB foram liberados para escolher o candidato de preferência. “Uns cinco, seis queriam apoiar o Delcídio. Treze ou quatorze o Azambuja, liberamos eles”, diz.

Acompanhado da primeira-dama Beth Puccinelli, o governador foi a pé ao local de votação. No caminho, conferiu a opção de voto dos vizinhos e cumprimentou amigos.

O futuro - O orçamento estadual será de R$ 13 bilhões para 2015. Em relação a este ano, com receita total de R$ 12,089 bilhões, o aumento será de 8%. A peça orçamentária prevê R$ 1.880.402.000 para a Educação e R$ 858.321.000 destinados à Saúde. As prioridades são melhorias do atendimento à população e investimentos em infraestrutura.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions