A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

08/05/2017 12:00

“Só vai ficar quem precisa do benefício”, diz ministro sobre pente-fino

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Ministro de Desenvolvimento, Osmar Terra, em evento sobre Programa Criança Feliz. (Foto: André Bittar).Ministro de Desenvolvimento, Osmar Terra, em evento sobre Programa Criança Feliz. (Foto: André Bittar).

Afirmando que o Governo Federal aumentou a avaliação de programas sociais, como Bolsa Família e Auxílio Doença, o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, que está em Campo Grande nesta segunda-feira (8), disse que os projetos passam por uma espécie de pente-fino, de forma a deixar no projeto quem realmente precisa dele.

“Agora só vai ficar no programa quem precisa”. Como exemplo da avaliação, o ministro disse que desde o começo do ano 1,1 milhão de pessoas foram afastadas e bloqueadas do Bolsa Família.

Já no Auxílio Doença, 1,7 milhão passaram por análise, que constatou que ao menos 84% não precisam mais do benefício, mesmo assim recebiam. “Por exemplo, havia uma pessoa com fratura na perna recebendo há 12 anos e neste período ele já foi curado. Se trata de uma economia para os cofres públicos.“Toda fraude no Bolsa Família é um crime contra sociedade e o contribuinte”.

Também ressaltou que, a partir de junho, o programa será expandido em 12,6%, percentual que representa uma defasagem de anos anteriores. 

O ministro participa do lançamento do Programa Criança Feliz, que acontece na Escola do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) Mariluce Bittar, localizada na rua André Pace, 630 Guanandi, em Campo Grande.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions