ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 14º

Política

A partir desta semana Câmara terá apenas três servidores por gabinete

Ato da Mesa Diretora também reduziu equipe pela metade com revezamento e regime de teletrabalho

Por Gabriela Couto | 16/05/2021 18:17
Apenas vereadores e equipe dos gabinetes têm participado de forma presencial das sessõer ordinárias na Câmara Municipal (Foto Izaías Medeiros)
Apenas vereadores e equipe dos gabinetes têm participado de forma presencial das sessõer ordinárias na Câmara Municipal (Foto Izaías Medeiros)

A Mesa Diretora da Câmara Municipal também publicou mudanças no Ato que disciplina as medidas de de prevenção ao contágio do coronavírus no prédio do Legislativo. Desde o dia 20 de março de 2020 a Casa de Leis tem cumprido restrição na circulação de servidores e fechou as portas para a população que só pode acompanhar as sessões ordinárias de forma online.

No Diário Legislativo da última sexta-feira (14) o presidente da Mesa Diretora, Carlos Borges (PSB) estabeleceu mudanças no documento inicial que regulamentava o funcionamento das atividades legislativas.

A partir desta segunda-feira (15) a Câmara Municipal de Campo Grande passa a ter "expediente das 8h às 12h, de segunda a sexta-feira, com frequência de 50% do quantitativo de servidores e estagiários, em revezamento com alternância diária, o qual será definido pelo Diretor de Departamento ou vereador, sendo que o restante dos servidores, inclusive os servidores externos, estarão sujeitos ao regime de teletrabalho, permanecendo em sua residência, sob pena de sanção disciplinar.”

A outra determinação surgiu por orientação da Comissão de Saúde desta Câmara Municipal. A partir de amanhã o atendimento ao público em geral fica limitado ao quantitativo de até três pessoas por gabinete ou setor administrativo, permanecendo as determinações de não aglomeração, distanciamento social e uso obrigatório de máscara de proteção facial em todos os ambientes e dependências desta Câmara Municipal.

Conforme o Ato as mudanças ficam em vigência por até 31 de maio de 2021.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário