A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

27/08/2018 10:31

Ação tenta conscientizar eleitor sobre compra de votos e fake news

Entrega de panfletos na Avenida Afonso Pena faz parte da campanha "Voto Certo é Voto Limpo"

Leonardo Rocha e Bruna Kaspary
Panfletagem ocorre na frente do MPF, na Avenida Afonso Pena (Foto: Bruna Kaspary)Panfletagem ocorre na frente do MPF, na Avenida Afonso Pena (Foto: Bruna Kaspary)

A ação de panfletagem e adesivagem na Avenida Afonso Pena, em frente a sede do MPF (Ministério Público Federal), tenta conscientizar o eleitor sobre os males da compra de votos, assim como o cuidado que precisa se ter com os casos de “fake news”, que podem aparecer nas redes sociais durante a campanha. Uma oportunidade também para conversar com a população que está “insatisfeita” com o cenário político.

O evento que começou por volta das 9h, e segue ao longo do dia, faz parte da campanha “Voto certo é Voto Limpo”, que foi lançada no final do mês passado pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de MS), MPE (Ministério Público Estadual), MPF (Ministério Público Federal) e OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil de MS).

“O nosso foco é que o eleitor se conscientize sobre a importância do voto, que está diretamente ligado com o serviço público que será prestado. Todos que se preocupam com saúde pública, educação e segurança, devem estar atentos a estes candidatos, para escolher aqueles que têm compromisso com a sociedade”, disse o procurador regional eleitoral, Marcos Nassar.

Ele ainda alertou sobre a “compra de votos” e os casos de “fake news”, para não acreditar em mentiras. “Não é qualquer coisa que se recebe pelas redes sociais que devem ser levadas em consideração. A população carente é o principal alvo”, explicou Nassar. Também citou que se preocupa com eleitores que estão desacreditados com a política. “Preferem vender o voto, para ter algum benefício na campanha”.

Pesquisa - Para Lídia Maria Ribas, presidente da comissão da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil de MS) que vai acompanhar a eleição, as pessoas demonstram uma certa “resistência” quando são abordadas para falar de política. “Precisamos nos aproximar e ouvir a insatisfação com o processo eleitoral, o que indicamos é que se pesquise o passado dos candidatos”.

A panfletagem ocorre m frente a sede do MPF, que fica na Avenida Afonso Pena, com a rua Alagoas. De acordo com os organizadores, a ação vai seguir até acabar o estoque dos adesivos e panfletos destinados para o evento de hoje (27). A campanha também prevê divulgação em outdoors, redes sociais e distribuição de camisetas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions